Início » Petrópolis apresenta agenda para impulsionar a economia

Petrópolis apresenta agenda para impulsionar a economia

by admin
4 minutes read

A Cidade de Petrópolis vai receber 18 entidades do setor econômico a partir das 11h, no dia 14 de abril, na Locanda Bela Vista, em Itaipava. O objetivo do evento é promover o Encontro Empresarial pelo Desenvolvimento Econômico de Petrópolis. Além disso, o Governo do Estado também vai estar presente, para que as outras entidades apresentem uma pauta de investimento, ações e obras para que o município esteja capacitado em espaços e estruturas para crescer.

Isso acontece em razão de que o desenvolvimento econômico de um salto e chegar em 2030 com uma realidade diferente, consolidando novos negócios no comércio, indústria, turismo, tecnologia e outros departamentos do setor da economia.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Vinícius Farah, vai representar o governo no evento para receber as demandas e coordenar o acompanhamento dos pleitos junto às diversas pastas do governo Estado. A meta é que sejam criados grupos de trabalho para o desenvolvimento das ações, obras e propostas.  “Esta interlocução com Vinicius Farah, um conhecedor do executivo em escala municipal pela sua experiência como prefeito, será fundamental para que se avance de forma célere”, estima o presidente da Câmara de Diretores Lojistas de Petrópolis (CDL), Cláudio Mohammad, organizadora da ação.

As entidades envolvidas têm representantes da:

  • Indústria (Firjan);
  • Comércio (Sicomércio, Arte e CDL);
  • Construção Civil (Sindicato da Construção Civil);
  • Confecção (Sindicato da Indústria de Confecção);
  • Tecnologia (Serratec);
  • Hotelaria (Petrópolis Convention Sindicato da Indústria Hoteleira e ABIH-RJ);
  • Eventos (AssociEventos);
  • Cervejaria (Associação de Microcervejarias de Petrópolis).

Também estarão neste encontro o MercoSerra, Associação de Guias de Turismo de Petrópolis, Associação Comercial e Empresarial de Petrópolis, Conselho Comunitário de Segurança, Conselho Regional de Engenheiros e Arquitetos e a Associação Petropolitana de Preservação Ferroviária.

“É um dos eventos mais importantes das últimas décadas porque estamos falando em setores que são a fonte de ocupação de mais de 100 mil trabalhadores e que podem gerar ainda mais empregabilidade.  Juntas, as entidades vão pleitear as ações e, mais do que isso, estar perto do governo estadual, por meio de grupos de trabalho, para que cada área tenha um acompanhamento público-privado que permita a cidade crescer como um todo”, completa Cláudio Mohammad.

Assuntos relacionados à obras que serão discutidos:

  • a nova pista de subida da serra;
  • ligação Bingen-Quitandinha e nova concessão da BR-040;
  • revitalização da Rua Teresa e um Centro de Convenções multiuso, de porte médio.

Essas são algumas intervenções em obras que os empresários elencam como essenciais, ao lado de programas como a instalação de uma Agência estadual de Desenvolvimento, o direcionamento de grandes eventos para Petrópolis e um abastecimento de energia elétrica condizente com o porte da cidade e a projeção de novos negócios.

“Nos comparamos com outras cidades, que vêm alcançando resultados positivos e crescimento acelerado. E Petrópolis precisar estar neste rol de municípios, pelo potencial que possui, que se destacam em progresso e desenvolvimento. Este futuro precisa acontecer agora. É necessário pavimentar com projetos, obras e programas, como queremos chegar a 2030”, completa Cláudio.

Outras ações que compreendem a pauta são a ampliação do fornecimento de gás natural encanado, um corredor industrial na BR-040, a criação da Faculdade de Tecnologia e a ligação ferroviária de 8 Km entre Vila Inhomirim (Magé) ao Alto da Serra (Petrópolis), para permitir a volta do trem Rio – Petrópolis e curso de tecnologia (programação de computadores) no ensino médio em Petrópolis, campanha de divulgação de Petrópolis para consolidar o turismo e atrair investimentos.

Dinâmica da reunião de trabalho elenca setores

Representantes dos setores foram escolhidos para apresentar, cada um, as necessidades de cada segmento. Esta pontuação de metas será breve e, ao final, representantes do governo receberão a lista de reivindicações com o objetivo de encerrar o encontro já com grupos de trabalhos formados e um calendário de reuniões.

“O governo do estado hoje é o ente que pode nos ajudar com mais celeridade e recursos. Pelo compromisso que tem com a cidade que foi fortalecido em 2022 pelo que ocorreu com Petrópolis e pela resposta que vem dando na reconstrução e porque tem os meios e a expertise necessárias. A meta é colocar a mão na massa e fazer essa composição entre empresários e poder público na confecção de projetos e sua execução”, explica o presidente da CDL Petrópolis.

Créditos: Portal Giro

Related Articles

Leave a Comment