Destinos Vale do Café - RJ

VALE DO CAFÉ (RJ): Confira o guia completo da região!

vale do café vale do cafe vale do cafe rj

VALE DO CAFÉ (RJ): Confira o guia completo da região!

O Vale do Café (RJ) é a denominação turística para o conjunto de 15 municípios da região do Vale do Paraíba do Sul Fluminense, localizado a cerca de 120 km da cidade do Rio de JaneiroBrasil.

São eles: VassourasValençaRio das FloresPiraíEngenheiro Paulo de FrontinPaty do AlferesParacambiMiguel PereiraMendesBarra do PiraíPinheiralBarra MansaRio ClaroParaíba do Sul e Volta Redonda que, na década de 1860 produziam 75% do café consumido no mundo e garantiam ao Brasil a condição de líder mundial na produção e exportação de café. Hoje cerca de 30 dessas fazendas estão abertas à visitação.

O Vale do Café (RJ) é um destino turístico em desenvolvimento, já estando entre as 5 regiões indutoras do turismo em nosso estado.

Os atuais proprietários das fazendas da região, por iniciativa própria e com o apoio de entidades como o Intituto Preservale, o IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico nacional), o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), as associações locais, os conselhos de turismo municipais e nós da ABIH-RJ vêm unindo esforços para manter esse patrimônio histórico.

O Vale do Café (RJ) oferece aos seus visitantes um verdadeiro passeio pela história do Estado do Rio de Janeiro através dos seus municípios. A arquitetura rural da época é imponente já que nesta região se produzia o café que dominava a economia nacional. Perfeito para quem quer aproveitar a tranquilidade das fazendas ou fazer passeios ecológicos. Uma região para se explorar a época do ciclo do café, em um lugar lindo e repleto de construções preservadas da época. As fazendas onde ficavam os grandes casarões dos barões do café e as senzalas dos escravos são um verdadeiro patrimônio histórico-cultural.
As igrejas da época com suas arquiteturas e vitrais majestosos, mirantes magníficos, lagos e cachoeiras imponentes, diversidade na gastronomia, musicalidade ímpar, uma biodiversidade maravilhosa e 15 municípios para explorar, são característica de uma região que atraem cada vez mais turistas exigentes e de bom gosto.

O Vale do Café (RJ) sem sombras de dúvidas é uma das regiões turísticas do nosso Estado mais rica em lugares a serem explorados.

Visite o vale do café (RJ) e comprove!

Vassouras:

Vassouras é um município do rico Vale do Café (RJ) que dispõe de diversos atrativos históricos e culturais que agradam e encantam a todos os turistas, uma típica cidade interiorana distante apenas 120km da Capital.

A fachada dos casarios, palacetes e monumentos de Vassouras guardam as lembranças de um período de opulência, de um período áureo do Café no Século XIX.

Várias propriedades rurais e hotéis buscam manter as tradições, por meio de suas tradições e bela arquitetura neoclássica com natureza exuberante e preservada.

Fazendas da região mantêm vários objetos de época, mobiliários, peças que contam a história de costumes e vivências de uma época, o Ciclo do Café, ainda bem conservados.

A Casa da Hera, típico exemplar de uma residência senhorial, de beleza ímpar com suas paredes verdes recobertas de Hera, foi transformada em museu, mantido pelo IBRAM, aberto à visitação, nos remete a um passeio pelo tempo.

Também integram o roteiro as cavalgadas, a pesca, o belo artesanato local e claro a culinária que não poderia ficar de fora.

Distante a apenas 14km do centro, na fronteira com o Município de Eng. Paulo de Frontin, o jardim ecológico Uaná Etê com múltiplas possibilidades de trilhas, espaços culturais, aventura e muita diversidade, possui instalações interativas, num verdadeiro paraíso natural, Uaná Etê, tem que estar no roteiro daquele turista que ama natureza.

A famosa Praça Barão de Campo Belo, bem preservada e cheia de histórias e lindos casarios com seu tombamento paisagístico pelo IPHAN, é visita obrigatória para dar um passeio e tirar boas fotos para guardar na lembrança.

No alto da Praça, a igreja matriz de Nossa Senhora da Conceição, é um espetáculo à parte.

O Centro Cultural Cazuza, também fica na famosa praça, a casa onde a mãe do artista nasceu e que voltou várias vezes para passas férias, que dá nome ao lugar, encontra-se tombada pelo patrimônio histórico e artístico nacional, mantém exposições e concertos para o público e ainda possui roupas, letras de músicas e mobília usada pelo artista em sua infância.

Como de praxe, a cidade possui a sua locomotiva, em ótimo estado de conservação e que não pode ficar de fora da sua visita.

As fazendas históricas de Vassouras são mais uma atração e algumas ficam abertas para visitação.
• Fazenda Cachoeira Grande;
• Fazenda Santa Eufrasia
• Fazenda do Secretário
• Fazenda Cachoeira do Mato Dentro
• Fazenda Mulungu Vermelho
• Fazenda Sao Luiz da Boa Sorte entre outras.
Sempre com agendamento prévio.

Os meios de hospedagem, oferecem todo requinte e hospitalidade que todo turista merece, sendo um capitulo a parte.

Enfim, o município de Vassouras, merece ser considerado um importante indutor do turismo em nosso Estado, não podendo ficar de fora do seu roteiro.

Visite Vassouras e se apaixone!

Valença:

Em Valença, o passado ligado ao apogeu cultural do Ciclo do Café está intacto.

O querido município de Valença encontra-se a apenas 01:30 hs do centro do Rio de Janeiro, a estrada de acesso está em boas condições e o roteiro turístico que passamos a relatar será de grande valia para você se programar para conhecer esse importante município indutor de turismo do Estado do Rio de Janeiro.

Com várias propriedades de arquitetura colonial ainda preservadas. São casarios, igrejas, parques, jardins e fazendas que contam um pouco do dia-a-dia dos personagens que viviam na região. O Jardim Glaziou, a Fundação Cultural Lea Pentagna e os monumentos históricos com arquitetura do século XIX contam outra parte dessa história.


Valença é a cidade sede do município tendo ainda mais 5 Distritos, Conservatória, Santa Isabel, Pentágna, Parapeúna e Juparanã, com distância média de 5 km entre eles. É um município com grande potencial voltado para o ecoturismo, cheia de cultura e com várias Fazendas do Ciclo do Café. Fica em seus Distritos os principais atrativos desse município, com destaque para Conservatória a cidade Oficial das Serestas no Brasil.

Conservatória possui um ótimo clima e sua economia baseia-se na agropecuária e no turismo. Conservatória, por ser um local de tradição em serestas e serenatas, tem na maioria de suas casas, afixadas na fachada principal, uma placa com o nome e autoria de uma música de seresta, escolhida pelo próprio morador. Esta placa é colocada durante à noite, com uma cerimônia que começa com a saída dos seresteiros do Museu à casa, cantando pelas ruas músicas de serenata. Enquanto a placa é colocada, canta-se a música. Depois os seresteiros e visitantes entram casa adentro e são recepcionados pelo dono com coquetel e festa.

Lugares que não podem ficar de fora do seu roteiro turístico são as pracinhas, a locomotiva, o Túnel Maria Komaid Nossar (o Túnel que chora), a ponte dos Arcos, o Balneário João Raposo de Melo (cachoeira da Índia), a bela Igreja Matriz de Santo Antônio, o Museu Sacro, O museu da seresta e da Serenata, O Museu dos 4 Artistas (Museu Silvio Caldas, Gilberto Alves, Nelson Gonçalves e Guilherme Brito), museu Vicente Celestino e casa de cultura de Conservatória.

Acha pouco? Ainda temos as magníficas fazendas históricas que podem ser visitadas e serão recebidos pelos seus proprietários com a maior das hospitalidades já conhecidas.
Não podemos deixar de falar do mirante da Serra da Beleza, esse ponto turístico fica bem na divisa entre Conservatória e Santa Isabel, outro belo Distrito do Município de Valença.

Em Santa Isabel continuamos a nossa maratona de belos lugares a serem visitados, tais como a igreja matriz de Santa Isabel do Rio Preto, o Quilombo São José da Serra, o pico do Cavalo Russo, a estação ferroviária e o túnel do capoeirão fazem ter folego para conhecermos tudo.
Em Pentágna, podemos conhecer a bela cachoeira do Rio Bonito, a estação ferroviária de Pentágna e a Igreja de São Sebastião do rio bonito.

Já em Parapeúna, para nossa alegria continuamos com um roteiro digamos encorpado, pois não podemos deixar de fora a bela igreja de Santa Terezinha do Menino Jesus, a Estação Margarida Maria Leite datada de 1880 e a Fazenda São Fernando que vale a pena conferir.
Ainda em Valença temos o Distrito de Barão de Juparanã, nele podemos visitar a estação de Juparanã, a igreja de Nossa Senhora do Patrocínio e até mesmo a ponte Rodoferroviária que valerá boas fotos. Ainda nesse Distrito podemos visitar a Fazenda de Santa Mônica e a Fazenda Monte Scylene.
As inúmeras fazendas de norte a sul nesse município traduzem uma peculiaridade maravilhosa, expondo uma cultura sem igual, onde faz qualquer turista se apaixonar pelo lugar.

Vale lembrar que as inúmeras pousadas aconchegantes e os inúmeros hotéis fazendas complementam o turismo local para o conforto dos visitantes.

Visite Valença, você não irá se arrepender!!!

BARRA DO PIRAÍ

O município de Barra do Piraí é um lugar especial, possui 5 Distritos, tendo destaque o de Ipiabas.
Seja por suas belezas naturais, pela rica história iniciada nos tempos dos Barões do café ou pelos seus belos meios de hospedagem.

Barra do Piraí possui vários roteiros para os adeptos do turismo histórico, ecológico ou rural.
Os principais eventos são o Circuito de Outono: Café, Cachaça e Chorinho, Festival Vale do Café e Exposição Agropecuária de Barra do Piraí.

Os principais pontos turísticos são: Beco da Carioca, Catedral de Santana, Igreja São Benedito, Igreja Santo Cristo dos Milagres, Chaminé da Rede Ferroviária, Casa da Princesa, Santuário da Concórdia, Cachoeira de Ipiabas, Rio Piraí e Rio Paraíba do Sul, Fazendas históricas da época do Café e Ateliês de artesanato.
Depois de experimentar o conforto de seus hotéis-fazenda e reviver o passado colonial em saraus, visitar antigas igrejas, o prédio da Estação Ferroviária e uma plantação de café, nada melhor do que um passeio até a Cachoeira de Ipiabas, tendo a Mata Atlântica como pano de fundo.
A Tranquilidade e a bela fauna encontrada no distrito de Ipiabas fazem do lugar um paraíso para quem quer descansar e sair do agito.

O município tem fácil acesso pela Via Dutra ficando a apenas 1 hora da capital do Estado.
Conheça Barra do Piraí e faça do seu roteiro turístico algo que fique em suas lembranças!

RIO DAS FLORES

O município é um charme à parte e como de praxe, tem seus atrativos turísticos atrelados às propriedades do Ciclo do Café, porém com as suas particularidades que irão te surpreender.

Primeiramente no roteiro tem que estar contando com uma visita ao centro histórico, nada muito grande, mas com um charme impressionante.
Na praça central encontraremos o museu histórico que reúne peças e documentos datados de mais de 200 anos. A edificação onde fica a Sec. de Cultura tem história por tem abrigado a prefeitura no passado, bem como o presídio local e sua delegacia de época.
E a cereja do bolo a igrejinha de Santa Teresa d´Ávila onde Santos Dumont foi batizado, sem falar na escadaria que é um ótimo lugar para fotografar.

Outro lugar que não pode ficar de fora é a cachaçaria local da família Werneck, mundialmente conhecida e premiada. Para visitar a Cachaçaria Werneck, é necessário fazer agendamento via telefone ou e-mail, diretamente com o Sr. Eli, proprietário e tataraneto do fundador, o Barão do Paty do Alferes.

Se bater aquela fome durante os passeios, a Fazenda Santo Inácio, que fica próxima ao limite com o município de Valença é uma ótima pedida, pois enquanto você espera a sua comida pode passear pela fazenda e observar as peças de época que compõem a mobília de época. Aconselhamos a entrarem em contato antes ((24) 2548 1307 ou e-mail fazsantoinacio@yahoo.com.br.
Outro local que não pode ficar de fora é a Florat, associação dos artesãos do local.
A florart, funciona de quarta a segunda, de 9:30 às 17:30h e fica na rodovia RJ145, na antiga estação de trem de Manuel Duarte no Distrito de Manuel Duarte.

Voltando para a cidade sede Rio das Flores teremos a Fazenda Paraízo, uma das mais preservadas da época colonial, tendo sua visita guiada e com custo para o visitante. Vale frisar que por ser residência da Família Belfort, a segunda a ocupar a fazenda, as fotos são proibidas no interior do casarão, a capela e todo maquinário.

Temos ainda o Mirante dos sonhos, com uma bela vista de toda região.
Outros pontos que que não podem ficar de fora, são os bares com as cervejas artesanais, a Fazenda União, o Alambique Vieira e Castro, o Mirante Boa Vista.
O jeito é planejar a sua viajem e curtir esse município que é um charme cheio de atrativos!

MIGUEL PEREIRA

A cidade que tem como slogan o 3º melhor clima do mundo, só pode ter cheiro de coisa boa no ar e o belo pórtico na entrada da cidade lhe dá as boas-vindas de uma forma simpática.

Do alto das montanhas e colinas de Miguel Pereira, os adeptos do parapente executam saltos em uma rampa recém-construída, mais adrenalina impossível.
Abaixo, no Lago Javary, o cenário é formado por pedalinhos e pequenos barcos deslizando por suas águas, uma verdadeira cena de filmes românticos.

Além das belezas naturais, como a Cascata de Vera Cruz e das pousadas que são uma ótima pedida para o repouso merecido, Miguel Pereira destaca-se por seu artesanato, sua famosa cachaça e claro, o seu clima.
Mais um município do rico vale do café (RJ) que não podemos deixar de fora de qualquer digno roteiro turístico.

As outras atrações da cidade são o Museu Francisco Alves, o Museu Ferroviário e o Viaduto Paulo de Frontin, uma extensa ponte férrea em curva aclive, única na América Latina.

Achou pouco? Comece a se organizar para visitar Miguel Pereira, uma linda cidade esperando por você!

PIRAÍ

Com uma bela hospitalidade e uma deliciosa comida caseira, Piraí consegue proporcionar toda a simplicidade e aconchego da vida rural em um luxo só.
Fora seus hotéis fazendas espetaculares, Piraí também possui alguns atrativos que vale conferir de perto. Então vamos nos programar?

Um dos pontos altos do programa é fazer uma boa pescaria ou caminhar ao redor da Represa de Ribeirão das Lages. A tranquilidade do local junto com a beleza da mata Atlântica, é uma propriedade privada de uma companhia de energia elétrica que abriga centenas de animais como tatu, capivara, anta, javali e onça pintada, além de espécies variadas de peixes.

Trilhas, caminhadas e cavalgadas completam o roteiro que começa logo pela manhã no Parque Florestal.
No meio do ano como em todo Vale do café (RJ)  ocorre o festival da região turística contemplando os seus municípios.

Já no final de agosto é a vez do Festival de Música Popular de Piraí, um dos mais antigos e tradicionais do país, que faz movimentar a cidade. Vários shows com grandes nomes da MPB encerram o evento, que reúne músicos de vários estados.
Quando bater aquela fome, a dica é visitar um restaurante local especializado em peixes de água doce, tilápia, traíra etc.. Aliás é em outubro que a tilápia é a estrela do Piraí Fest, evento gastronômico que se tornou tradicional na região.
Outro lugar que não pode ficar de fora é o Lago do Caiçara com várias áreas para piquenique e pequenas “praias”, a diversão rola solta.

Visite Piraí e aproveite tudo que esse município oferece para você ser feliz!

PATY DO ALFERES:

Quer conhecer Paty do Alferes? Então se programe, principalmente se for no mês de junho quando ocorre a concorrida festa do tomate.

Nesse evento, a cidade consegue movimentar todas as cidades ao seu redor, pois é considerado um dos maiores eventos de todo o estado do Rio.

O Parque de exposição fica lotado e se você não fizer reservas com bastante antecipação nos meios de hospedagem por perto, vai ficar sem ter onde se hospedar.

Como boa anfitriã, a simpática cidade também recebe o festival de sua Região turística todos os meses de julho e faz valer o tempo da sua visita enquanto estiver na cidade.

Possui atrativos turísticos que são ícones do poderio econômico que a cidade exercia na época do café.
Entre eles, estão a Fazenda Pau Grande, uma das mais belas do Brasil, que já foi até cenário de novelas, a Fazenda São João da Barra é outra que não pode ficar de fora e a antiga Fazenda Freguesia transformada no Centro Cultural Aldeia de Arcozelo, com destaque para a programação artística (teatro e músicas).
Outra dica é conhecer o Museu da Cachaça, onde você pode descobrir um pouco da história da bebida e fazer degustações.

Conheça Paty do Alferes e carimbe o seu passaporte de turista inteligente!

MENDES:

Município com um belo clima e ar puro, onde a temperatura se mantém perto dos 19 graus em média.

Literalmente um lugar para descansar e sair da rotina das grandes cidades. No centro o vai e vem das charretes são um charme à parte.

Em Mendes, a estação férrea da cidade revela parte do passado próspero da região, nos tempos do Ciclo do Café. Andando por suas ruas, ao som de chorinho, é fácil perceber uma deliciosa atmosfera nostálgica através das suas construções históricas, igrejas e prédios do século passado.

Em meio a mata atlântica, o que não faltam são trilhas com lindas paisagens e em uma delas nos leva ao famoso e majestoso jequitibá de 25 metros de altura. Ao seu redor existem muitos açudes e alguns mirantes para contemplar a beleza da região. A cidade é privilegiada pela beleza da fauna e da flora da Mata Atlântica, que favorece o excelente clima.

Em abril ocorre o evento Café, Cachaça e Chorinho que movimenta a cidade.

Lugar ótimo para esportes de aventura.

Aos domingos, a praça João Nery vira palco para apresentações de grupos de choro e de samba.

Alguns hoteis fazendas contemplam a região oferecendo belas hospedagens e fazendo de Mendes um município no mínimo interessante a se conhecer.

Visite Mendes e você não vai se arrepender!

ENGENHEIRO PAULO DE FRONTIN:

Engenheiro Paulo de Frontin é um destino de ecoturismo e bem estar por excelência. Mais de 50% de seu território é coberto de Mata Atlântica.
Localizado na região Core do Vale do Café, entre Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte, tem inúmeros mirantes, rios, cachoeiras, lagos e um clima muito agradável.
Fauna e flora tropicais podem ser apreciadas em caminhadas ecológicas, roteiros de bike, ou a cavalo. O Instituto Zoobotânico de Morro Azul com cursos, trilhas, observação de aves e muito conhecimento, é uma referência para a descoberta das maravilhas naturais da região. Na floresta, o encontro com pássaros e pés de café arábica, preservados por centenas de anos encantam os visitantes.
O destino oferece um leque em auto-cuidado e equilíbrio, com centros de meditação e bem estar: Vipassana, Fogo Sagrado, Alinhamento Energético, Constelação Familiar, Amazoel (Reiki e meditação com cristais) recebem turistas de todo o mundo.

Na trilha da vocação verde e de bem-estar, o Uaná Etê jardim ecológico, também no distrito de Sacra Família, é um dos atrativos mais procurados em todo o Vale do Café (RJ). Ao longo de inúmeros caminhos de inspiração, tem mais de 26 jardins e instalações, como o famoso Mirante da Águia e o Labirinto da Música. Oferece programação cultural e ambiental, trilhas de yoga e meditação, escalda pés, concertos e muita diversidade. No inverno, a belíssima Festa das Luzes e Arte da Mata Atlântica colore a natureza com exposição de designers de luz, e na primavera acontece o Festival Flor Atlântica. Um paraíso eco cultural.
A região, berço da cafeicultura brasileira, garante experiências únicas com cafés especiais, nos pequenos bistrôs, restaurantes e cafeterias, além das visitas às fazendas históricas.
Não deixe de incluir em seu passeio a Fazenda das Palmas para aprender golfe num campo inusitado, com esculturas de Rafael D’Aló, Ceschiatti, Rubens Gerchman, ou fazer visitas noturnas para avistamento de animais.

A Fazenda São João da Barra com exposição documental histórica ou a Santa Bárbara, que tem incontáveis atividades para crianças e adultos, são também excelentes passeios.

A Igreja mais antiga de todo o Vale do Café, datada de 1715, fica no município: Nossa Senhora da Conceição de Sacra Família. Com belos painéis de Villaronga, ela é o centro da localidade aberta por Garcia Paes Leme, filho de Fernão, o Caçador de Esmeraldas.
O Castelo dos Riachos, é uma interessante construção neoclássica feita com pedras retiradas do maior túnel construído no século 19, no Brasil. O Túnel Grande tem mais de 2 km e liga Engenheiro Paulo de Frontin a Mendes, pela estrada de ferro.

Para quem gosta de adrenalina, há muitas opções de esportes radicais: motocross, montanhismo, voo livre…Hotéis Fazenda completos, hotéis em centros bucólicos e pousadas aconchegantes são um atrativo à parte.

Programe-se! Engenheiro Paulo de Frontin tem que estar no seu roteiro, se você ama natureza.

BARRA MANSA:

Importante polo industrial do Estado e do país. Da mesma forma que se desenvolveu e atraiu grandes empresas, Barra Mansa soube conservar muito de sua história. O Parque Centenário registra a beleza do Brasil Colonial. Passear em um ambiente com inúmeras árvores, lago e pequenos animais como micos e preguiças é sempre reconfortante. A antiga estação ferroviária, inaugurada em 1871 pela Princesa Isabel e pelo Conde D’Eu, é outro marco histórico da cidade. Desfrute do turismo rural nas inúmeras fazendas de Barra Mansa e não se esqueça de provar a cachaça artesanal.

VOLTA REDONDA:

Volta Redonda é conhecida como a Cidade do Aço. Na cidade, construções importantes podem ser visitadas, como a Companhia Siderúrgica Nacional e o Memorial Getúlio Vargas, que tem exposição permanente de esculturas, painéis ilustrativos e objetos pessoais do ex-presidente. O Zoológico Municipal, que possui um dos centros de estudos biológicos mais desenvolvidos do país, conta com lago, pedalinhos, jogos variados e a locomotiva Bertioga, construída em 1927.

PARACAMBI:

Em Paracambi, a Mata Atlântica praticamente intocada abriga cachoeiras, rios e trilhas que fazem a alegria dos amantes da natureza e dos praticantes de esportes radicais, como a canoagem e o rafting. Para conhecer toda a sua beleza, você pode fazer uma boa caminhada, um passeio a cavalo pelo horto, percorrer o Circuito Rural Ponte Coberta para experimentar a deliciosa cachaça local e visitar o Instituto Superior de Tecnologia, antiga fábrica de tecidos que se tornou um Centro Cultural.

PINHEIRAL:

A parada obrigatória é a estação ferroviária, construída em 1870, que conserva as características neoclássicas originais e abriga a Biblioteca Municipal Ardelino Barbosa. O Colégio Agrícola Nilo Peçanha, localizado na antiga fazenda Pinheiro, que já foi considerada a maior produtora de café do Brasil, oferece visitas à criação de porcos, coelhos, cabritos, à horta, mostrando os diversos processos de germinação. Um almoço no local completa o passeio.

RIO CLARO:

Rio Claro tem fundação datada de 1849. O município tem rios cristalinos, matas, cachoeiras e montanhas, onde se juntam a tradição histórica e o clima de vida no campo. Da encosta do Morro do Rastro, um paredão rochoso de 130 m de altura, descem os 3 saltos da cachoeira de Rio Claro. Neste município também é possível a prática de ecoturismo e esportes radicais como rafting praticado no Rio Piraí. Além disso, é possível a pesca em outros rios, especialmente entre os meses de março e setembro, quando a Represa de Ribeirão das Lajes vira um pesqueiro de tucunarés.

PARAÍBA DO SUL:

Paraíba do Sul a Rainha das Águas Minerais, existem muitas pontes, duas para tráfego de carros e uma para tráfego de trem, por onde hoje passa a Maria Fumaça a atração turística do município. Sua geografia acidentada e áreas verdes convidam os visitantes a um dia de lazer e passeio pela cidade, suas cachoeiras e fontes de água mineral. Paraíba do Sul desempenhou um importante papel no desenvolvimento regional, tendo sua ponte centenária que cruza o rio Paraíba sido construída pelo entusiasta Barão de Mauá. No centro existe um coreto que antigamente era utilizado para apresentações de bandas de música da cidade.

A Ponte da Parahyba, construída sobre o rio Paraíba do Sul pelo Barão de Mauá, é composta por cinco pilares construídos sobre as rochas do rio que dão sustento a um elaborado sistema de vigamento metálico treliçado com grande valor histórico. A Cachoeira de Monte Cristo localiza-se em Carvalhais a 23 quilômetros do centro da cidade, com cerca de 100 metros de altura. Outro atrativo é o Museu Tiradentes, conhecido também como Museu da Inconfidência, que encontra-se instalado numa pequena casa no distrito de Inconfidência, Sebollas. Foi criado para expor um resultado de escavação feita no antigo cemitério e capela de SantAna que foram achados ossos atribuídos ao braço e tórax esquerdo de Tiradentes.

Créditos: Wikipédia / Ministério do Turismo


Hotel fazenda no Vale do Café: Conheça 6 ótimas opções a sua viagem!

O Estado do Rio de Janeiro não é só litoral, possui algumas regiões turísticas no interior com muitos atrativos.

Entre lazer e descanso, tranquilidade e agitação, encontramos alguns Hotéis Fazendas de excelência na Região turística do Vale do Café.

Essa região é muito rica em história, cultura, gastronomia e musicalidade, lugares para esportes de aventura e radicais e para cada atrativo uma localidade diferente sendo comum em todas elas, um cenário com uma natureza exuberante de mata atlântica e fauna silvestre.

E no verão do nosso Estado, nada melhor do que curtir uma região que lhe proporciona um ótimo clima com uma diversidade de atrativos.

Gostou da idéia? Achou interessante a região? Então, vamos as opções:

1 – HOTEL FAZENDA CASCATINHA – PIRAÍ – RJ

https://hotelfazendacascatinha.com.br/

Hotel Fazenda no Vale do Café (RJ)

A cerca de 120 Km da cidade do Rio de Janeiro, bem ao sul do estado na exuberante região do Vale do Café, você encontra o seu oásis de bem-estar e aconchego.

Inaugurado em 1991, o Hotel Fazenda Cascatinha situa-se em um belíssimo cenário cercado de verde e muito espaço, numa verdadeira e acolhedora fazenda planejada com confortável infraestrutura para receber você e sua família. Ambiente ideal para quem procura hospitalidade, lazer, diversão e relaxamento; além da tranquilidade e segurança que um bucólico ambiente rural proporciona. Local propício para você colocar sua saúde mental em dia!!!

Temos uma refrescante cachoeira privativa, que dá o nome ao Hotel, estruturada com piscina natural, sauna e bar. Além de várias outras opções para práticas de esportes e lazer, interação com a natureza, facilidade de contato com animais rurais e silvestres, recreação especializada, comida farta e com o tempero caseiro que ninguém resiste! Sem falar do nosso time de funcionários treinados para atender a todos, do nosso jeito cordial e carinhoso. Você se sentirá na sua casa de campo!

 

2 – HOTEL FAZENDA ROCHEDO – CONSERVATÓRIA/VALENÇA – RJ

https://hotelfazendarochedo.com.br/

Hotel Fazenda no Vale do Café (RJ)

 Conforto e requinte, aliados ao bom atendimento, fazem do Hotel Fazenda Rochedo uma ótima opção de lazer e descanso. A Recepção conta pessoas treinadas para lhe receber e lhe atender com total segurança.

As acomodações foram projetadas para oferecer todo o conforto e tranquilidade que você merece.

O hotel possui diferentes categorias de apartamentos, Standart, Luxo, Super Luxo e Master. Além de 2 aptos preparados para atender pessoas com necessidades especiais (NE).

Espaços arejados e confortáveis para um momento de descanso, leitura, assistir tv, escutar uma boa música ou desfrutar das festividades.

O Hotel Fazenda Rochedo é uma ótima opção para quem gosta de requinte e conforto.

3 – FAZENDA PONTE ALTA – BARRA DO PIRAÍ – RJ

https://www.pontealta.com.br/

Hotel Fazenda no Vale do Café (RJ)

O futuro Barão de Mambucaba, acompanhado por um lote de escravos, sobe a Serra do Mar e alcança o Vale do Paraíba, então habitado pelas nações indígenas Araris e Puris, ao encontro da sesmaria onde edificará a Ponte Alta, sua fazenda cafeeira.

Os escravos no eito, o café secando no terreiro, a roda d’água girando, as sacas de muitas arrobas no lombo das mulas Serra abaixo, até o porto do Rio de Janeiro. Tempo de barões poderosos, escravos vigorosos e sinhás exigentes em seus solares.

O século finda e os descendentes do Barão, que viveram o apogeu do Ciclo do Café, vêem acontecer o que mais temiam: a derrocada do café, a abolição do sistema escravasgista em 1888 e o advento da república um ano após.

Assim, o final do século XIX encontra a Ponte Alta, entre tantas outras fazendas cafeeiras, hipotecada ao Banco do Brasil, de onde emergirá pelas mãos do negociante exatamente na virada do novo século. São novos tempos e o café migra para as fazendas paulistas, com trato de imigrantes remunerados.

Na antiga província Fluminense, a roda d’água já não gira para o café, a terra, tão esgotada quanto os escravos que o barão não poupava, virou pasto e alimento para o gado leiteiro.

A aristocracia escravagista é renegada, seus valores recusados e assim justificada a demolição de prédios seculares. É o novo Brasil, anos 50 do século XX. E à Ponte Alta está reservado o papel especial de protagonista da política do interior fluminense, pois é ali que o então presidente Getúlio Vargas, amigo de Isabel Modesto Leal, neta e herdeira do Conde, consolida seu poder entre reflexões solitárias e concorridos churrascos políticos.

A roda da vida gira de novo e a fazenda é vendida para Nellie Pascoli, em 1960.

Eis a história desse maravilhoso meio de hospedagem no Vale do Café, que dispõe de saraus e teatros para os visitantes, requinte e luxo para os hóspedes e toda estrutura voltada para o turismo

Simplesmente uma viajem ao passado com as maravilhas do presente.

 

4 – HOTEL FAZENDA GALO VERMELHO – VASSOURAS – RJ

https://www.hotelfazendagalovermelho.com.br/

Hotel Fazenda no Vale do Café (RJ)

Um autêntico Hotel Fazenda do interior do Rio de Janeiro, localizado no município de Vassouras, com tudo o que a sua família merece.

Requinte e bom gosto com uma hospitalidade sem igual, fazem do Hotel Fazenda Galo Vermelho uma opção que não pode ficar de fora.

Com vários atrativos para os seus hóspedes, esse meio de hospedagem, faz o seu dia ficar mais feliz de maneira leve, alegre e divertida.

O Hotel fazenda Galo Vermelho, dispõe de um café imperial para os seus hóspedes, de uma hípica, cuidados com o bem e estar, o cocó vermelho, áreas para os bebezinhos, horta orgânica, recebe passeios escolares e está aberta para eventos empresarias.

Enfim, se você quer tranquilidade e paz, terá ou se você quiser diversão e agito, você não ficará parado.

Um verdadeiro paraíso dentro do querido Vale do Café.

 

5 – HOTEL FAZENDA VILAREJO – CONSERVATÓRIA/VALENÇA – RJ

https://www.hotelfazendavilarejo.com.br/

 Localizado em Conservatória, cidade da seresta, o Hotel Fazenda Vilarejo recebe hóspedes de vários locais do Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo, além de vários outros estados. Com um estilo inconfundível de receber, tem tudo a ver com a D. Lili e o Sr. João. Um casal apaixonado que constrói este sonho para você desde 1982. Graças ao amor e ao respeito deles, o Hotel Fazenda Vilarejo recebe, ainda hoje, os seus primeiros hóspedes. Agora, acompanhados pelos filhos e netos que adoram compartilhar o lugar e as companhias.

Muito além da natureza privilegiada, esse meio de hospedagem tem amor por receber, servir e fazer o que for possível para tornar a sua estada inesquecível. O lugar é ideal para quem deseja fugir do corre-corre. Sintomas de estresse costumam desaparecer rapidinho!

Reserve um tempinho para conhecer todo o processo de produção da cachaça produzida no local, tipo exportação e degustar todas as delícias que fazemos aqui. Entre elas, licores, rapadura, melado, a própria cachaça e outras delícias da fazenda.

Há muito tempo, havia uma casa típica de fazenda. Uma Casa Velha cheia de histórias e encantos! Ela se tornou na melhor e maior loja de presentes, artesanatos, decoração e de doces lembranças de Conservatória.

No Hotel Fazenda Vilarejo você encontra apartamentos, casas e bangalôs com todo o conforto e estrutura para atender grandes e pequenas famílias.

 

6 – HOTEL FAZENDA SÃO JOÃO – PIRAÍ – RJ

http://www.hotelsaojoao.com.br

O Hotel Fazenda São João de Piraí, possui uma vasta área rural com mais de 1 milhão de metros quadrados.

Composta por pastos, criação de animais, lagos, muito verde e ar puro, produção de laticínios e doces caseiros, sem falar do visual indescritível do nascer e do pôr do sol. As lindas paisagens com montes e matas também incluem a vista para o Rio Piraí.

O Hotel Fazenda no Estado do Rio de Janeiro possui lago, é ideal para pesca esportiva e atividades aquáticas, criando experiências únicas com verdadeiro contato da vida no campo e assim um ambiente ideal para exercícios, caminhadas, corridas, passeios de bicicletas, cavalgadas, trilhas off-road, mountain bike e qualquer atividade ao ar livre.

Viva os momentos de experiência numa fazenda de verdade. O contato real com a natureza, de uma forma simples, leve e sem roteiro, com crianças felizes e pais recarregando as baterias, Hotel Fazenda São João é excelência em performace.

Um meio de hospedagem que visa sempre em manter os serviços humanizados, além da responsabilidade social e ambiental, agregando valor a empresa e a sociedade, sem deixar de pensar nos hóspedes, clientes e amigos.


 


A ABIH-RJ (Associação Brasileira da Industria de Hoteis do Estado Do Rio De Janeiro), não só apoia, como tem orgulho de empreendimentos com o compromisso de atender bem os hóspedes e promover o turismo local. São exemplos de respeito, honestidade e comprometimento com os turistas.


Você acabou de ler: Hotel Fazenda no Vale do Café (RJ): 6 ótimas opções para sua viagem!
TAGS: hotel fazenda vale do café (RJ), hotel fazenda no vale do café(RJ) ,vale do café (RJ), o que fazer no vale do café (RJ), guia vale do café (RJ), vale do cafe (RJ).

Você também pode gostar:

HOSPEDAGEM EM PETRÓPOLIS: 13 ótimas opções para conhecer as maravilhas da cidade imperial

admin

SERRA VERDE IMPERIAL (RJ): Conheça o Guia completo da região!

admin

CARAPEBUS: O guia completo da cidade!

admin

Deixe um comentário

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com