Não categorizado

FITA 2023 Angra contará com 31 espetáculos teatrais

Apresentadas em dois espaços, tenda e teatro, peças irão fornecer cultura e entretenimento a angrenses e turistas.

O mais importante evento dedicado ao teatro brasileiro está de volta. A 15ª edição da Festa Internacional de Teatro de Angra dos Reis (FITA) volta a acontecer de forma presencial de 13 a 29 de outubro, com a parceria da Prefeitura de Angra, por meio da Secretaria de Eventos. São 31 as produções selecionadas, entre espetáculos teatrais, infantis e solos humorísticos. Duas montagens estreiam nacionalmente na festa e outras três no Rio de Janeiro. Os ingressos já estão disponíveis no site https://site.bileto.sympla.com.br/fita/.

A edição deste ano terá quatro categorias: Mostra de Sucessos, que ocupará a tenda montada ao lado do Cais de Santa Luzia, com capacidade para 700 espectadores; Sessão Cult, com espetáculos intimistas ou experimentais, apresentados no Teatro Dr. Câmara Torres, com capacidade para 200 espectadores; Sessão Comédia, com apresentações de humor na tenda, após as apresentações principais, e, por fim, a já tradicional Fitinha, com produções infantis distribuídas entre os dois espaços do evento.

O espetáculo “A falecida”, de Nelson Rodrigues (1912-1980), estrelado por Camila Morgado, abre no dia 13 de outubro a programação do evento. Dirigida por Sérgio Módena, a nova montagem celebra os 70 anos da estreia nacional do texto e marca a volta da atriz aos palcos após um hiato de 11 anos.

Duas montagens estreiam nacionalmente na FITA. Uma delas é “Invisível”, com João Côrtes, que trata sobre um relacionamento homoafetivo abusivo, e “Dona de raios e ventos”, na qual a atriz e cantora Izabella Bicalho elenca relatos pessoais de sua vida (como também o de um relacionamento abusivo) com canções do repertório de Maria Bethânia.

Três produções farão, através da festa, suas estreias no Rio de Janeiro. “Papa Highirte”, de Oduvaldo Vianna Filho (1936-1974) e encenada pelo Grupo Tapa, tendo Zé Carlos Machado à frente do elenco; “Escola de mulheres”, de Molière e direção de Clara Carvalho, além da supracitada “A falecida”, de Nelson Rodrigues.

E já que estamos falando de clássicos, “Diário de um louco”, de Gogol (1809-1852) e com a qual Milhem Cortaz celebra 40 anos de carreira, e “Julius Caesar – Vidas paralelas”, adaptação da Cia dos Atores da tragédia de Shakespeare, também marcam presença na festa, assim como “A luta”, solo com Amaury Lorenzo, o Ramiro de “Terra e paixão”, inspirado em uma das passagens de “Os sertões”, de Euclides da Cunha (1866-1909).

Os musicais “Judy – O arco-íris é aqui”, com o qual Luciana Braga foi indicada como Melhor Atriz a importantes prêmios; “Josephine Baker, a Vênus negra”, com Aline Deluna, e “Charles Aznavour – Um romance inventado”, estrelado por Sylvia Bandeira e Maurício Baduh estão também entre os selecionados.

Duas peças que levantam suas vozes contra o machismo e em prol da emancipação feminina também serão apresentadas na FITA. São os casos dos solos “King Kong Fran”, com Rafela Azevedo, e “Outras Marias”, no qual Clara Santhana conta as histórias de sete Marias que mudaram padrões no país.

Realizada pela Diga Sim Produções, a FITA conta com o patrocínio da ENEL Distribuição Rio, do Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, via Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

PROGRAMAÇÃO FITA 2023


DIA 13/10 (SEXTA-FEIRA)

A FALECIDA – 18h30
Com Camila Morgado, Thelmo Fernandes, Stella Freitas e grande elenco
Texto: Nelson Rodrigues, direção: Sérgio Módena
> Zulmira, uma mulher doente e invejosa, que rompeu relações com a prima, quer um enterro luxuoso para compensar as frustrações na vida familiar e pessoal.

DIA 14/10 (SÁBADO)

VOCÊS FORAM MARAVILHOSOS – 19h
Texto e interpretação: Marcos Veras
Direção: Leandro Muniz
> O ator mescla situações de bastidores a episódios da vida pessoal, como a perda do pai, e conta, de forma bem-humorada, sobre como foi transformado por eles .

MEUS CABELOS DE BAOBÁ – 21h
Com Fernanda Dias, Beà e Anna Paula Black
Texto: Fernanda Dias, direção: Vilma Melo
> O espetáculo se desenvolve em torno do diálogos entre a Rainha Dandaluanda e a árvore milenar de origem africana. A árvore, Nessa troca, a monarca tem sua autoestima despertada.

DIA 15/10 (DOMINGO)

DIÁRIO DE UM LOUCO – 19h
Com Milhem Cortaz
Texto: Gogol, direção: Carlos Grun
> Akcenti Ivanovitch passa a vida a limpo na sela onde está confinado após apaixonar-se pela filha do chefe, de uma classe social mais abastada, e tramar planos mirabolantes para ser notado por ela.

PANDORA – 21h
Com Jaqueline Roversi e Jordana Korich
Texto: Jaqueline Roversi e Jordana Korich, direção: Leona Cavalli
> Após ser expulsa de seu próprio projeto, Joana volta ao antigo lar, onde reencontra a irmã e revive antigas memórias da família. O clima amigável não dura muito, uma vez que a irmã se ressente por ter cuidado sozinha da mãe doente.

DIA 16/10 (SEGUNDA-FEIRA)

RESTOS NA ESCURIDÃO – 19h
Com Carolina Virguez
Texto: Fábio Ferreira e Carolina Virgüez, direção: Fábio Ferreira
> O espetáculo/investigação reúne três obras curtas do dramaturgo irlandês Samuel Beckett – dando voz a literatura enigmática e de abissais descobertas desse autor do teatro do absurdo com suas conjecturas que opulenta as artes feitas pela literatura.

DIA 17/10 (TERÇA-FEIRA)

OUTRAS MARIAS – 19h
Com Clara Santhana
Texto: Marcia Zanelatto, direção: Patricia Selonk
> Sete Marias cujas trajetórias colaboraram para a emancipação feminina no país têm suas histórias de vida contadas numa trama que mescla música, poesia e sororidade.

PIQUENIQUE – 11h, 15h e 17h
Com Carolina Pismel e Paulo Verlings
Direção: Flavio Souza
> O espetáculo infantil Piquenique conta de forma poética e divertida a história de Greta, uma jovem bondosa, forte e inteligente que luta contra a opressão de um tirano dono de uma fábrica de canhões que amedronta toda a cidade.

DIA 18/10 (QUARTA-FEIRA)

CHARLES AZNAVOUR – UM ROMANCE INVENTADO – 19h
Com Sylvia Bandeira e Maurício Baduh
Texto: Saulo Sisnando, direção: Daniel Dias da Silva
> Jornalista fã de Charles Aznavour marca uma entrevista com atriz famosa a fim de investigar se ela e o cantor tiveram ou não um romance numa trama entremeada por clássicos imortalizados pelo artista.

DIA 19/10 (QUINTA-FEIRA)

BYE, BYE, BANGU – UMA COMÉDIA COM SUZY BRASIL – 19h
Com Suzy Brasil
Texto e direção: Diogo Camargos
> Consuelo está prestes a refazer uma viagem de 25 anos atrás e, enquanto espera pelas amigas, rememora situações vividas com elas e as brigas que tiveram.

SUCATINHA E O MAR DE LIXO – 11h, 15h e 17h
Com Felipe Santana
Direção: Felipe Santana
> “Sucatinha e o Mar de Lixo”, passa uma mensagem sobre a conscientização ambiental, ressaltando a importância da reciclagem.

DIA 20/10 (SEXTA-FEIRA)

KING KONG FRAN – A MULHER GORILA COMO VOCÊ NUNCA VIU – 19h
Com Rafaela Azevedo
Texto e direção: Rafaela Azevedo e Pedro Brício
> A atriz e clown aborda com bom humor questões de gênero e critica convenções sociais pautadas pelo machismo e pela supremacia masculina.

CORA DO RIO VERMELHO – 21h
Com Raquel Penner
Texto: Raquel Penner, e direção: Isaac Bernat
> A dramaturgia une passagens da vida de Cora Coralina a poemas retirados dos livros como “Vintém de cobre – meias confissões de Aninha” e “Poemas dos becos de Goiás e estórias mais”.

DIA 21/10 (SÁBADO)

BRINQUEDOS CONSERTADOS – 15h e 17h
Com Ana Terra, Felipe Fagundes, Frederico Eça e grande elenco
Texto: Domingos Oliveira, direção: Fernando Gomes
> Gepeto recebe na sua oficina três brinquedos quebrados fugidos da casa de uma família pobre, sem condição para consertá-los. O marceneiro os repara com a condição de que voltem para o antigo dono.

PAULINHO SERRA EM PEDAÇOS – 19h
Texto, direção e interpretação: Paulinho Serra
> O comediante rememora a infância em Bangu, Zona Norte fluminense, o começo da carreira até lotar teatros país afora numa apresentação permeada por improvisos.

INVISÍVEL – 21h
Com João Côrtes
Texto: Moisés Bittencourt, direção: Fernando Gomes
> Eduardo vive com o namorado uma relação abusiva, agravada quando decidem viver juntos. Com o tempo, ele vence o medo e a vergonha, rebelando-se contra as violências sofridas.

DIA 22/10 (DOMINGO)

A LUTA – 19h
Com Amaury Lorenzo
Texto: Ivan Jaf, direção: Rose Abdallah
> Inspirado na terceira parte de “Os sertões”, de Euclides da Cunha, um rapsodo narra os conflitos ocorridos em Canudos, entre os rebeldes liderados por Antonio Conselheiro e as forças militares da República que se instaurava.

SÓ VENDO COMO DÓI SER MULHER DE TOLSTÓI – 21h
Com Rose Abdallah
Texto: Ivan Jaf, direção: Johayne Hildefonso
> A peça revela que o casamento de Sofia Tolstói com o célebre escritor russo Leon Tolstói, autor de “Guerra e paz” e “Anna Karenina”, foi um pesadelo patriarcal, machista e abusivo, como comprovam os diários escritos por ela durante os 48 anos de relacionamento.

DIA 23/10 (SEGUNDA-FEIRA)

ESCOLA DE MULHERES – 19h
Com Ariel Cannal, Fúlvio Filho, Luiz Luccas e grande elenco
Texto: Molière, direção: Clara Carvalho
> Arnolfo, um sujeito de princípios machistas, resolve educar uma moça para que ela se torne a esposa ideal. Acontece que a jovem não é tola e o plano não se concretiza como esperado.

O PRÍNCIPE POEIRA E A FLOR DO CORAÇÃO – 11h, 15h e 17h
Texto e direção: Saula Sisnado
> Numa pequena cidade, Poeira, um menino solitário de extrema imaginação, vai à escola onde conhece a amizade e o amor até ter diagnosticada uma doença terminal.

DIA 24/10 (TERÇA-FEIRA)

PAPA HIGHIRTE – 19h
Com o Grupo Tapa
Texto: Oduvaldo Vianna Filho, direção: Eduardo Tolentino de Araújo
> Um ditador populista, exilado de um território fictício, conspira para voltar ao poder e rememora as atrocidades cometidas durante seu governo.

DIA 25/10 (QUARTA-FEIRA)

VAMOS BRINCAR – 11h, 15h e 17h
Com Hudson Tavares e Paula Mandala, músicos e artistas circenses
Texto: Johayne Hildefonso e Robson Farah, direção: Alexandre Jaspion, Gisele Bastos e Johayne Hildefonso
> O espetáculo resgata brincadeiras esquecidas e prega a igualdade de direitos e o respeito às diferenças.

DIA 26/10 (QUINTA-FEIRA)

JUDY – O ARCO-ÍRIS É AQUI – 19h
Com Luciana Braga e músicos
Texto e direção: Flávio Marinho
> A trajetória de Judy Garland mistura-se à da própria Luciana Braga na dramaturgia, entremeada por canções imortalizadas pela diva do cinema num resultado que rendeu à Luciana indicação aos principais prêmios de teatro.

MEU CORPO ESTÁ AQUI – 21h
Com Bruno Ramos, Haonê Thinar, Juliana Caldas e Pedro Fernandes
Texto e direção: Julia Spadaccini
> É um convite à reflexão sobre o sexo e o amor entre pessoas com deficiência (PcD).

DIA 27/10 (SEXTA-FEIRA)

DONA DE RAIOS E VENTOS -19h
Com Izabella Bicalho e músicos
Texto: Izabella Bicalho, direção: Sueli Guerra
> A atriz e cantora rememora episódios pessoais, como o de um relacionamento abusivo, costurados a temas do repertório da cantora Maria Bethânia.

AS AVENTURAS DE PEDRO – 11h, 15h e 17h
Texto: Robson Jasmin, direção: Maykon Renan
> A peça conta a história de Pedro, um menino que sente medo de tudo. Em seus sonhos, ele é transportado para uma floresta encantada onde tem que enfrentar seus medos com a ajuda de seus amigos encantados.

DIA 28/10 (SÁBADO)

JOSEPHINE BAKER – A VÊNUS NEGRA – 19h
Com Aline Deluna
Texto: Walter Daguerre, direção: Otávio Müller
> A cantora e dançarina americana tem sua trajetória narrada neste musical. A trama acompanha a artista tanto no plano profissional quanto no social, marcado pela defesa dos direitos dos negros.

O CEGO E O LOUCO – 21h
Com Alexandre Lino e Daniel Dias da Silva
Texto: Claudia Barral, direção: Gustavo Wabner
> Nestor parou de pintar devido à cegueira e vive sob os cuidados de seu irmão, o taciturno Lázaro. A relação começa a desmoronar quando convidam a nova vizinha para uma visita, trazendo à tona os verdadeiros laços que unem os dois personagens.

UM DIA DE HÉTERO – 23h
Com Maykon Renan
Texto e direção: Maykon Renan
> “Um dia de hétero” é o novo espetáculo escrito e estrelado pelo ator Maykon Renan. Conhecido por interpretar a personagem Madrasta durante 12 anos, o ator vem escrevendo e se preparando para contar ao público a sua história.

DIA 29/10 (DOMINGO)

JULIUS CAESAR -VIDAS PARALELAS – 18h30
Com a Cia dos Atores
Texto e direção: Gustavo Gasparani
> A trama acompanha uma companhia teatral às voltas com os ensaios de “Julius Caesar”, de Shakespeare, sobre o famoso imperador romano.

MARILYN ATRAVÉS DO ESPELHO – 21h30
Com Anna Sant ́Ana
Texto e direção: Ana Isabel Augusto
Dramaturgia: Daniel Dias da Silva e Anna Sant’Ana
> A vida de uma das maiores lendas do cinema, que faleceu aos 36 anos, é contada através de depoimentos indo além do glamour de uma grande estrela.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo