Não categorizadoTurismo

Prorrogado o prazo para inscrição no Projeto DTI Brasil

Foi prorrogado o prazo para participar da Estratégia Nacional de Destinos Turísticos Inteligentes (DTI) do Ministério do Turismo (MTur) e agora os interessados têm até o dia 28 de abril para se inscreverem. O projeto pretende desenvolver, em parceria com as cidades, um Plano de Transformação específico e um sistema de gestão de Destinos Turísticos Inteligentes para os 10 destinos (pelo menos um de cada região do país) que forem classificados, após terem um diagnóstico realizado por uma consultoria especializada no tema.

Clique AQUI e acesse o edital e anexos.

Essa ação é especialmente para as cidades que estão à procura de promover o seu turismo de forma inovadora e sustentável. Podem participar os municípios da categoria A e B do Mapa do Turismo Brasileiro de 2022, do Programa de Regionalização do Turismo.

Clique AQUI para acessar o Mapa.

“Esta é uma ação que transformará realidades, conferindo mais competitividade aos nossos destinos por meio do fortalecimento de eixos estruturantes que se relacionam com o turismo, como acessibilidade, sustentabilidade e inovação”, destaca a ministra do Turismo, Daniela Carneiro.

As cidades que preencherem os requisitos solicitados no edital e se integrarem no modelo DTI passarão por um diagnóstico que designará uma estratégia para o desenvolvimento do turismo local, com capacitações de gestores locais do setor. O processo será realizado e acompanhado por uma equipe técnica do MTur, que realizará visitas técnicas e um relatório conclusivo.

ETAPAS – Os destinos escolhidos passarão por duas etapas: a primeira consiste no diagnóstico e planejamento para conhecer a cidade e sua situação. A partir disso, será realizado a criação do Plano de Transformação que vai auxiliar o município a se transformar em um destino turístico inteligente.

Em segundo, vem a implementação das estratégias estruturadas no Plano, com o intuito de adquirir o Selo DTI Brasil, que é obtido após a verificação e auditoria do MTur juntamente aos representantes do Instituto Cuidades del Futuro. Em consequência, as cidades avançam e desenvolvem melhores estratégias para lidar com novos desafios sociais, políticos, tecnológicos e econômicos.

Os municípios estarão responsáveis por definir os cronogramas de implementação inspirado no relatório de resultados da avaliação e de acordo com as principais necessidades de cada região.

Os selecionados receberão o certificado de “DTI em Transformação”, o que não significa que sejam destinos turísticos inteligentes, mas que estão no processo para se tornar um DTI. O resultado estará disponível no dia 7 de junho no site do Ministério do Turismo.

Ficou com alguma dúvida ou precisa de alguma informação sobre o edital ou documentos, entre em contato com o DTI Brasil pelo e-mail .

O QUE É UM DTI – Desenvolvendo o melhor para o turismo, um Destino Turístico Inteligente (DTI) é aquele que promove a gestão eficiente em seu território aplicando os processos de forma inovadora e sustentável, comprometido com o impacto positivo na vida dos moradores e na experiência dos visitantes. Para fazer parte do Programa é necessário cumprir com os nove pilares, que são: Governança; Inovação; Tecnologia; Sustentabilidade; Acessibilidade; Promoção e Marketing; Segurança; Mobilidade e Transporte; e Criatividade.

Dessa forma, os municípios que desenvolvem a estratégia DTI estão preparados e capacitados para resolver problemas de áreas como: segurança, acessibilidade, infraestrutura, comunicação, marketing, entre outras, de forma inovadora e com o uso de tecnologias.

A primeira edição do projeto também contou com a seleção de 10 destinos, sendo eles: Brasília/DF e Campo Grande/MT (Centro-Oeste): Recife/PE e Salvador/BA (Nordeste); Rio de Janeiro/RJ e Angra dos Reis/RJ (Sudeste); Florianópolis/SC e Curitiba/PR (Sul); Rio Branco/AC e Palmas/TO (Norte). Todos receberam certificados de “DTI em Transformação”.

Para receber o Selo DTI, os municípios devem cumprir com os requisitos dispostos na metodologia, e que incluem questões relacionadas à conectividade, à gestão de processos, documentos e informações no e do destino, à gestão do patrimônio natural e cultural, entre outros quesitos.

Quer saber mais sobre o DTI? Clique AQUI.

CATÁLOGO – Para auxiliar destinos que desejam conhecer e contratar soluções inteligentes, o MTur, em parceria com Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e o Instituto Ciudades del Futuro (ICF), da Argentina, lançaram recentemente o Catálogo de Soluções Tecnológicas para Destinos Turísticos Inteligentes (DTI). O documento traz conteúdo sobre inovações tecnológicas na área do turismo desenvolvidas por micro e pequenas empresas, startups e órgãos públicos.

Créditos: minsiterio do Turismo

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo