Não categorizadoTurismo

MTur divulga resultado preliminar dos municípios classificados na Estratégia Nacional DTI Brasil

O Ministério do Turismo (MTur) divulgou, nesta sexta-feira (26.05), o resultado preliminar dos municípios classificados na Estratégia Nacional DTI Brasil. No total, 21 municípios foram selecionados nesta fase, e, agora, as cidades não classificadas poderão ingressar com recurso administrativo até o dia 2 de junho. O resultado final da chamada pública com os 10 destinos escolhidos para trabalhar a Estratégia Nacional DTI este ano será publicado no dia 7 de junho.

CLIQUE AQUI e acesse o resultado preliminar
CLIQUE AQUI e confira o edital

É importante ressaltar que a fase recursal será analisada por uma comissão que conta com integrantes do MTur, da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Um Destino Turístico Inteligente (DTI) é aquele que gerencia seus processos e seu território de forma inovadora e sustentável, sendo comprometido com pilares que impactam positivamente a qualidade de vida dos moradores e a experiência dos turistas. As 10 cidades selecionadas no resultado final vão passar por um diagnóstico que apontará uma estratégia para o desenvolvimento do turismo local, além da capacitação de gestores locais do setor.

Os municípios definirão os seus cronogramas de implantação com base nos resultados da avaliação realizada e de acordo com as principais necessidades e possibilidades de cada um. O trabalho desenvolvido segue nove pilares: Governança; Inovação; Tecnologia; Sustentabilidade; Acessibilidade; Promoção e Marketing; Segurança; Mobilidade e Transporte; e Criatividade.

A Estratégia Nacional é dividida em dois ciclos: no primeiro, é feito um diagnóstico, uma capacitação e um planejamento, onde é conhecida a situação em que a cidade se encontra, sendo o ponto de partida para o desenho de um Plano de Transformação que vai apoiar o município a se transformar, de fato, em um Destino Turístico Inteligente.

Já a segunda etapa consiste em realizar a execução das ações contidas no Plano para que o município consiga o Selo DTI Brasil, que pode ser obtido após o destino passar por uma auditoria realizada por técnicos do Ministério do Turismo junto a um ou mais representantes do Instituto Ciudades del Futuro – parceiro do MTur nesta iniciativa. A partir daí, a cidade entra em um processo de melhoria contínua, ampliando sua capacidade de enfrentar novos desafios sociais, políticos, tecnológicos e econômicos.

CERTIFICAÇÃO – Os 10 destinos selecionados, após completarem o seu Plano de Transformação, receberão o certificado de “DTI em Transformação”, o que não significa que sejam destinos turísticos inteligentes, mas que estão no caminho para essa transformação.

SOBRE O DTI – Esta é segunda edição do Projeto, que já foi realizado como projeto-piloto e selecionou 10 destinos: Brasília/DF e Campo Grande/MT (Centro-Oeste): Recife/PE e Salvador/BA (Nordeste); Rio de Janeiro/RJ e Angra dos Reis/RJ (Sudeste); Florianópolis/SC e Curitiba/PR (Sul); Rio Branco/AC e Palmas/TO (Norte). Todos receberam certificados de “DTI em Transformação”.

Os municípios participantes foram selecionados a partir de critérios como conectividade, disponibilização de internet pública gratuita e índices de empreendedorismo e de desenvolvimento humano, entre outros quesitos.

Por Nayara Oliveira
Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo