Início » MTUR divulga RedeTrilhas em reunião de trabalho no Rio de Janeiro

MTUR divulga RedeTrilhas em reunião de trabalho no Rio de Janeiro

by admin
3 minutes read

Seis trilhas de longo curso no país integram a RedeTrilhas, sendo distribuídas em quase dois mil quilômetros. Crédito: Fabrício Gomes/Setur-RJ

Oturismo em áreas naturais foi o tema de uma reunião de trabalho realizada nesta quarta-feira (03.08), no Rio de Janeiro (RJ). Em pauta esteve a apresentação da trilha de longo curso “Volta ao Rio”, que conecta os principais atrativos naturais, turísticos e culturais do estado fluminense.

A convite da Secretaria de Estado de Turismo do Estado do Rio de Janeiro (TurisRio), a coordenadora de Posicionamento de Produtos Turísticos do Ministério do Turismo, Fabiana Oliveira, apresentou a Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso e Conectividade (RedeTrilhas), iniciativa interministerial estimula o turismo em áreas naturais, além da geração de emprego e renda para as comunidades em volta destes percursos.

A reunião foi voltada para os gestores municipais do estado do Rio de Janeiro, como forma de apresentar a relevância nacional da RedeTrilhas para a conectividade de paisagens e ecossistemas aliada ao turismo responsável. Ou seja, a atividade como instrumento de conservação e biodiversidade a partir da aproximação da natureza e do turismo.

Participaram ainda do encontro representantes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e da Associação Rede Brasileira de Trilhas, além do Instituto Estadual do Ambiente (INEA).

VOLTA AO RIO – A Trilha de Longo Curso Circular do Estado do Rio de Janeiro (Volta ao Rio) reúne mais de 500 km de percurso, abrangendo 11 cidades do estado do Rio de Janeiro, como Niterói, Cabo Frio, Petrópolis e a capital fluminense, incluindo os 183 km da Trilha Transcarioca – primeira trilha de longo curso a fazer parte da RedeTrilhas e que foi visitada pelos participantes da reunião também nesta quarta-feira.

O objetivo da expansão da trilha “Volta Rio” é alcançar cerca de 1200 km, conectando destinos das regiões Metropolitana, Costa Verde, Costa do Sol, Vale do Café, Serra Verde Imperial e Agulhas Negras, transformando-se na rede fluminense de trilhas.

REDETRILHAS – Os ministérios do Turismo e do Meio Ambiente, e o ICMBio mantêm a RedeTrilhas com foco no apoio a construção e o desenvolvimento de roteiros integrados que fortaleçam a conservação da biodiversidade e a conexão entre as mais diversas paisagens do Brasil. Já são 6 trilhas de longo curso no país distribuídas em quase dois mil quilômetros. São elas: Trilha Transcarioca (RJ), Trilha Caminho de Cora Coralina (GO), Trilha Sucupira (MG), Trilha Caminhos da Serra do Mar (RJ), Trilha Transmantiqueira (MG) e Trilha dos Canyons (RS).

Uma parceria do Ministério do Turismo e a UNESCO deve resultar na elaboração de um manual com orientações para apoiar a criação, estruturação e promoção de trilhas de longo curso no Brasil. Entre os critérios estão seguir padrões de mapeamento, sinalização e segurança para ofertar aos turistas trilhas sinalizadas e com a indicação de pontos de interesse turístico, locais para pernoite, alimentação e outros serviços de apoio.

Fonte: Ministerio do Turismo

Related Articles

Leave a Comment