Não categorizadoTurismo

Estado do Rio tem roteiros cervejeiros para turistas e moradores. Veja os destinos

Para além das belezas naturais e dos ativos turísticos da Região Metropolitana, o Rio oferece um tipo de passeio ainda pouco explorado: os destinos cervejeiros.

Em todo o estado, são mais de 60 fábricas instaladas, além de bares especializados, que integram roteiros focados em quem aprecia cerveja. O epicentro desses roteiros fica na Região Serrana. Segundo a Secretaria estadual de Turismo, as cidades de Teresópolis, Petrópolis, Nova Friburgo, Cachoeiras de Macacu e Guapimirim concentram a maior parte das cervejarias fluminenses, onde, além de comprar bons rótulos, os visitantes podem conhecer os processos de produção e degustar os diferentes tipos da bebida.

Somente em Petrópolis, existem cerca de 20 fábricas, além de a região anualmente promover a Bauernfest — segunda maior festa em homenagem à cultura alemã no Brasil e que conta com a participação de grandes marcas.

Diretora de Turismo da Secretaria municipal de Turismo de Petrópolis, Evany Noel destaca a importância da construção da cidade como destino cervejeiro, fortalecendo a visitação inclusive fora da alta temporada, que atrai visitantes principalmente nas épocas de temperaturas mais baixas.

— A cerveja é um produto turístico importantíssimo da cidade. A Bauernfest é nosso principal evento, mas temos várias marcas que, além de estarem nos bares, abrem suas portas para que os consumidores conheçam a produção e degustem — afirma.

É o caso de marcas como as artesanais Brewpoint, Colonus, Alter e Duas Torres, que abrem as portas para os visitantes visitarem as fábricas. Na cidade também está localizada a primeira cervejaria do Brasil: a Bohemia. Fundada em 1853, a unidade de produção recebe cerca de 230 mil visitantes por ano.

Na vizinha Teresópolis, 20 cervejarias que também possibilitam um tour com degustação, mas a cidade tem apostado em outro ativo turístico anterior aos tanques de maturação da bebida, ainda na lavoura: as fazendas de lúpulo. Em 2022, foi nomeada capital nacional do produto, um dos principais insumos da produção cervejeira.

— Estamos dialogando com as três fazendas que lúpulo na cidade para que estejam aberta para visitas até março do ano que vem. É algo muito forte na cidade — planeja a secretária de Turismo de Teresópolis, Elizabeth Mazzi.

Creditos: Extra

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo