Não categorizadoTurismo

Câmara vota Plano Diretor do Turismo de Petrópolis para não perder recursos do governo federal

 

Depois de discussões sobre a votação ou não do Plano Diretor do Turismo de Petrópolis em regime de urgência, os vereadores optaram por aprovar a matéria para que o Município não perca os prazos do Governo Federal, o que permitirá a cidade receber recursos federais. Por conta desta votação, os vereadores decidiram realizar uma reunião hoje (dia 30), às 16h, para discutir o plano com os segmentos interessados no Plano Diretor do Turismo.

O vereador Fred Procópio, que assumiu a relatoria do projeto, disse que ele é muito importante para a cidade, mas, lamentou que uma matéria de grande importância seja encaminhada à Câmara para ser votada em regime de urgência. O vereador Fred lembrou ainda que, como se trata de Plano Diretor há um ritual que deve ser seguido, principalmente para que a sociedade possa participar da discussão.

Fred Procópio disse que fez contato com o secretário de Estado de Turismo, Gustavo Tutuca e com o subsecretário de eventos do Estado, Marcelo Monfort para que ajudassem a cidade na concretização do Plano Diretor. O vereador lembrou que Petrópolis tem um grande potencial turístico e, por isso, ressaltou a importância da votação do projeto, na tarde de terça-feira.

O Plano Diretor de Turismo de Petrópolis é para os anos de 2023 a 2030 e define os projetos e as ações que deverão ser executadas pelos órgãos públicos e entidades do setor turístico da cidade para os próximos oito anos. Os vereadores explicaram que o projeto foi votado em regime de urgência para garantir o cumprimento dos prazos estabelecidos pelo Governo Federal para cadastramento do Plano Diretor e evitar prejuízos à cidade.

A comissão que vai discutir o Plano Diretor do Turismo é formada pelos vereadores Gil Magno (presidente), Fred Procópio (relator), Júlia Casamasso, Hingo Hammes e Marcelo Chitão. Hoje, vai contar com representantes do trade turístico. As propostas apresentadas neste encontro serão reunidas a outras, a serem encaminhadas após análise dos parlamentares, para serem incluídas como emenda ao projeto. “Acompanhei o processo de construção desse plano, construído com a participação de todo o segmento do turismo. É um plano importante para nossa cidade”, explica Gil Magno, que ouviu de vários parlamentares sobre a vontade de contribuir com o plano.

O projeto conta com um anexo de 340 páginas, produzido pela Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica da UFRRJ (FAPUR) que fez um inventário completo da oferta turística de Petrópolis, analisou a demanda turística da cidade e ainda trouxe um plano de ação para os próximos oito anos do turismo na cidade.

Crédito: Diario de Petropolis

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo