...
Início » PARATY (RJ): O guia completo da cidade: o que fazer, fotos, vídeos, história, onde ir e muito mais!

PARATY (RJ): O guia completo da cidade: o que fazer, fotos, vídeos, história, onde ir e muito mais!

by admin
Published: Updated: 18 minutes read
PARATY (RJ)

PARATY (RJ): O guia completo da cidade: O que fazer, onde ir, fotos, videos, e muito mais! 

Tempo de leitura prevista: 8m

Ìndice

  1. Sobre a cidade
  2. História
  3. Fotos 
  4. O que fazer / Pontos Turísticos
  5. Vídeos
  6. Hotéis e Pousadas em Paraty (RJ)
  7. Previsão do tempo

SOBRE A CIDADE DE PARATY (RJ)

Paraty (RJ) – Por Florian Höfer

Localizado no litoral sul do estado do Rio de Janeiro, fica Paraty (RJ). município brasileiro localizado no litoral sul do estado do Rio de Janeiro, a 258km da capital Rio de Janeiro.

Paraty é muito mais que apenas uma pequena cidade histórica. Costeada por montanhas cobertas do denso verde da mata atlântica, a cidade é rodeada de Parques e Reservas Ecológicas, fazendo da região uma das mais preservadas do Brasil.

Há mais de 60 ilhas e 90 praias em Paraty, boa parte delas acessível somente de barco ou trilhas. As praias de Trindade são uma atração à parte: em fevereiro de 2009, o governo federal delimitou a Praia do Meio, em Trindade, como parte integrante do Parque Nacional da Serra da Bocaina.Outro aspecto de relevância no setor é a prática de esportes de aventura.

Nas trilhas de Paraty pode-se caminhar por dias a fio. O roteiro mais tradicional entre os amantes da caminhada é a Travessia da Juatinga, que costeia toda a Península da Juatinga, em trilhas de servidão que datam do tempo dos escravos e passam por diversas comunidades caiçaras, responsáveis pela hospedagem e alimentação dos turistas.

Dentre outras modalidades pode-se praticar a canoagem oceânica, a vela, o surf e o mergulho autônomo. As águas calmas, cristalinas e sempre tépidas da Baía da Ilha Grande são ideais para essa prática, atraindo grande número de praticantes.

Várias operadoras de mergulho oferecem seus serviços na cidade e nas marinas, atendendo não apenas às escolas de mergulho, mas também a turistas interessados em conhecer a Parati subaquática.

A canoagem também é idealmente praticada nas águas calmas da baía, destacando os roteiros de mais de um dia que exploram a Baía da Cajaíba e o Saco do Mamanguá. Já o surfe é praticado na costa aberta ao mar, que se inicia na ponta da Juatinga e engloba as praias da Sumaca, Martin de Sá, Antigos, Sono e todas da Vila de Trindade. A rede hoteleira é formada de pequenas pousadas, muitas delas situadas no Centro Histórico.

Para conhecer o verdadeiro significado da palavra beleza, você deve conhecer Paraty, a perfeita combinação entre o azul marítimo e o verde da Mata Atlântica.

PATRIMONIO HISTÓRICO NACIONAL

Em meados da década de 60, Paraty foi declarada Patrimônio Histórico Nacional pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), devido à sua importância no ciclo do ouro, pois chegou a ser uma das cidades mais prósperas da Colônia e do início do Império.

As paisagens naturais do Parque Nacional da Serra da Bocaina abrigam parte do trecho fluminense do Caminho Velho do Ouro, por onde os tropeiros transportavam o ouro das Minas Gerais com destino à Corte, formando um dos roteiros turísticos da cidade. Na década de 90 instalaram-se na cidade as operadoras de mergulho, que ensinam o esporte e fazem expedições de exploração marítima.

As praias ao longo da estrada começaram a ser frequentadas e as de Trindade transformaram-se no lugar preferido da juventude e dos aventureiros. Também é possível conhecer por lá muitas riquezas culturais tais como o complexo arquitetônico que reúne igrejas dos séculos XVIII e XIX, em estilos neoclássico e barroco, além de casarões seculares que nos meses de inverno acolhem variados festivais e festas, entre elas salientamos a FLIP – Festa Literária de Paraty, de renome internacional.

Não deixe de conhecer as lojinhas da Rua da Lapa e da Rua do Comércio, faça muitos cliques das portas e janelas coloridas, são uma atração à parte.

Em Paraty, encontram-se mais de 120 praias e ilhas em tons de esmeralda que compõem a baía de Paraty e arredores, lugares paradisíacos que no roteiro de um turista que se preze não pode faltar!
Os restaurantes a noite e as opções de compras em Paraty são bastantes completos. Beber aquele drink ao ar livre sentado nas mesinhas aconchegantes dos barzinhos de Paraty fazem toda a diferença, a paquera rola e a alegria baila no ar.

Quem busca por festivais e atividades culturais em Paraty não irá se decepcionar. A cidade é repleta de boas livrarias, lojas de arte, antiquários e alguns espaços destinados à produção cultural. Apesar de Paraty respirar cultura durante todo o ano, alguns eventos atraem a atenção dos visitantes. É o caso da festa literária internacional de Paraty (FLIP) ou mesmo dos grandes eventos fotográficos que a cidade costuma apresentar (sempre em setembro).

As cachoeiras do Tobogã, do poço do Tarzan, da Pedra Branca e a do Poço da Usina são lugares que não podem ficar de fora, bem como o forte defensor Perpétuo.

Enfim… a Amada Paraty é um município com uma diversidade abundante e que um final de semana é muito pouco para conhecer todos os atrativos.

Se programe, faça suas reservas nas pousadas aconchegantes de Paraty, a hospitalidade local fará com que você sempre queira voltar.

HISTÓRIA DE PARATY (RJ)

A data de fundação de Paraty diverge de historiador para historiador. Uns falam que em 1540/1560 já havia um núcleo devotado a São Roque no Morro da Vila Velha (hoje Morro do Forte); outros, de 1597, quando Martim Corrêa de Sá empreende uma expedição contra os índios Guaianás do Vale do Paraíba; alguns outros, de 1600, quando havia um povoamento de paulistas da Capitania de São Vicente; e alguns mais, 1606, quando da chegada dos primeiros sesmeiros da Capitania de Itanhahém que, acredita-se, venha a ser a origem do povoamento como, grosso modo, foi o sistema de Capitanias Hereditárias à base da exploração dos bens naturais, defesa e fixação do homem à terra no Brasil.

De todo modo, pode-se afirmar que, no início do século XVII, além dos índios guaianases, já havia um crescente grupo de “paratianos” estabelecidos por aqui.

Por volta de 1640 o núcleo chamado Paratii foi transferido para onde hoje se situa o centro histórico, em “légua e meia de terra entre os rios Paratiguaçu (hoje Perequê-Açu) e Patitiba” doadas por Maria Jácome de Mello. Esta, ao fazer a doação, teria imposto duas condições: que a nova capela fosse feita em devoção a Nossa Senhora dos Remédios e que se guardasse a segurança dos gentios guaianases.

Em 1660, o florescente povoado se rebela exigindo a separação de Angra dos Reis e elevação à categoria de Vila. Surgia em 1667 a Villa de Nossa Senhora dos Remédios de Paratii. Convém salientar que Paraty foi a primeira cidade brasileira a ter sua autonomia política decidida por escolha popular.

Decaindo a extração e exportação do ouro, em meados do século XVIII, Paraty vai perdendo importância.

Com o ciclo do café, a partir do século XIX, a cidade revive, temporariamente, seus prósperos dias de glórias coloniais. A produção de pinga e derivados da cana também ajudou na economia local. Foi nesta época que Paraty virou sinônimo de pinga. No século XVIII, a cidade chegou a ter mais de 200 engenhos de pinga e casas de moenda.

Em 1870, devido à abertura de um novo caminho – desta feita ferroviário – entre Rio e São Paulo, através do Vale do Paraíba, a antiga trilha de burros pela Serra do Mar perdeu sua função, afetando de forma intensa a atividade econômica de Paraty como um todo.

Um segundo fator de decadência do comércio e da cidade foi a Abolição em 1888, causando um êxodo tal que, dos 16 000 habitantes existentes em 1851, restaram, no final do século XIX, apenas “600 velhos, mulheres e crianças” isolando Paraty definitivamente do país por décadas.

Enquanto abriam-se estradas pelo resto do país, continuava se chegando a Paraty como na época Colonial: de barco, vindo de Angra dos Reis ou, a partir de 1950, por terra, via Cunha, em estrada que só comportava movimento quando não chovia e que aproveitava em parte o trecho da velha estrada do ouro e do café.

Este isolamento involuntário foi, paradoxalmente, o que preservou não só a estrutura arquitetônica urbana da cidade como também seus usos e costumes.

(Plano Estratégico do Turismo de Paraty 2002 – SEBRAE/RJ)

FOTOS DE PARATY (RJ)

 


VÍDEOS DE PARATY (RJ)


O QUE FAZER EM PARATY (RJ)

 

  • Centro Histórico de Paraty (RJ)
Centro Histórico (Paraty RJ)

Créditos: Tripadvisor

Ótimo local pra fotos, fazer passeios, fazer um tour gastronômico e outras lojas diversas disponíveis!

  • Casa de Cultura Paraty

Casa da Cultura de Paraty

Casa da Cultura é o principal equipamento cultural público, de uma cidade que é patrimônio nacional do Brasil.

  • Festivais: Paraty é famosa por seus festivais ao longo do ano, como o Festival da Cachaça, o Festival da Pinga, o Festival de Jazz e Blues, o Festival Literário de Paraty (Flip) e o Festival Internacional de Fotografia.

  • Praias Urbanas e Museu Forte Defensor Perpétuo: Paraty tem praias urbanas incríveis, como a Praia do Pontal e a Praia do Jabaquara, além do Museu Forte Defensor Perpétuo, que é uma fortaleza histórica.

  • Mercado do Produtor Rural e Feira: Aqui você pode encontrar frutas frescas, vegetais, ervas, queijos e outros produtos locais. É um ótimo lugar para comprar ingredientes para cozinhar ou para experimentar os pratos típicos da região.

  • Passeios de barco pela baía de Paraty: Esta é uma das principais atrações de Paraty, onde você pode desfrutar de vistas deslumbrantes da baía, nadar em praias isoladas e visitar ilhas desabitadas.

  • Quilombo do Campinho: Este é um assentamento quilombola na região de Paraty, que tem uma história rica e interessante. Os visitantes podem aprender sobre a cultura afro-brasileira e desfrutar da beleza natural da área.

  • Rota dos Alambiques: A Rota dos Alambiques é uma rota turística que leva os visitantes aos alambiques de cachaça da região, onde você pode experimentar a bebida tradicional da região e aprender sobre o processo de produção.

  • Caminho do Ouro: O Caminho do Ouro é uma rota histórica que liga Paraty a Ouro Preto, uma cidade histórica em Minas Gerais. Foi usado para transportar ouro e outros produtos entre as duas cidades durante o período colonial.

  • Paraty-Mirim: Paraty-Mirim é uma praia e uma vila de pescadores localizada ao norte de Paraty, onde você pode desfrutar de um ambiente tranquilo e relaxante.

  • Saco do Mamanguá: Este é um fiorde tropical em Paraty, onde você pode fazer passeios de barco, caminhadas e mergulhos. É um lugar deslumbrante e imperdível na região.

  • Trindade: Trindade é uma pequena vila de pescadores ao sul de Paraty, que tem algumas das praias mais bonitas da região, como a Praia do Cepilho e a Praia do Meio. É um ótimo lugar para relaxar e curtir a natureza.


Hotéis e Pousadas em Paraty (RJ)

Aqui estão alguns dos hotéis mais visitados em Paraty:

  • Pousada Apple House Paraty
  • Pousada Literária de Paraty
  • Sandi Hotel
  • Pousada da Condessa
  • Casa Luz
  • Canto do Ilé Dive & Lodge
  • Pousada Porto Imperial
  • Pousada Catarina
  • Pousada Corsário
  • Pousada do Príncipe
  • Pousada Caminho do Ouro
  • Casa Mar Paraty
  • Pousada Estrela Do Mar Paraty
  • Pousada Laguna Blue
  • Pousada Vila do Porto
  • Recanto da Praia
  • Pousada Aconchego
  • Pousada Casa Do Rio Hostel
  • Pousada Cachadaco
  • Pousada Recanto Jota Gê
  • Hotel Santa Clara
  • Imperatriz Paraty Hotel
  • Pousada L’essence
  • Pousada do Tesouro
  • Selina Paraty
  • Paraty Bungalows Hotel
  • Pousada Águas de Paratii
  • Pouso Trindade
  • Pousada Villa del Rey
  • Perequê-Açu Aparts

VÍDEOS DE PARATY (RJ)

 

O QUE FAZER / PONTOS TURÍSTICOS EM PARATY (RJ)

Paraty oferece uma ampla variedade de atrações e atividades para os visitantes. Aqui estão algumas das melhores coisas para fazer e pontos turísticos para visitar na cidade:

  1. Centro Histórico: Explore as ruas de paralelepípedos do centro histórico de Paraty, onde você encontrará belos casarões coloniais, igrejas seculares e uma atmosfera encantadora.
  2. Passeio de Escuna pela Baía de Paraty: Faça um passeio de escuna pela deslumbrante Baía de Paraty e descubra praias isoladas, ilhas paradisíacas e águas cristalinas.
  3. Trilhas na Mata Atlântica: Explore as trilhas na Mata Atlântica que cercam Paraty e descubra cachoeiras escondidas, piscinas naturais e vistas panorâmicas.
  4. Praias: Desfrute das belas praias de Paraty, como a Praia do Sono, a Praia do Cachadaço e a Praia de Trindade, conhecidas por sua beleza natural e atmosfera tranquila.
  5. Cachoeiras: Refresque-se em cachoeiras deslumbrantes, como a Cachoeira do Tobogã, a Cachoeira do Pedra Branca e a Cachoeira da Iracema.
  6. Cachoeiras: Refresque-se em cachoeiras deslumbrantes, como a Cachoeira do Tobogã, a Cachoeira do Pedra Branca e a Cachoeira da Iracema.
  7. Eventos Culturais: Participe de eventos culturais e festivais que acontecem ao longo do ano em Paraty, como a Flip (Festa Literária Internacional de Paraty) e o Festival da Cachaça.
  8. Passeios de Barco e Canoa: Explore as ilhas e enseadas ao redor de Paraty em um passeio de barco ou canoa, e descubra a beleza natural da região de uma perspectiva diferente.
  9. Gastronomia: Experimente a deliciosa culinária de Paraty em seus restaurantes tradicionais, que oferecem uma variedade de pratos à base de frutos do mar e ingredientes locais.
  10. Artesanato: Visite as lojas de artesanato em Paraty e leve para casa lembranças únicas, como cerâmicas, tecelagens e objetos feitos à mão por artistas locais.

Perguntas Frequentes sobre Paraty (RJ)

  1. Quais são os melhores meses para visitar Paraty?
    • Os melhores meses para visitar Paraty são durante a temporada de verão, de dezembro a março, quando o clima é mais quente e ensolarado. No entanto, Paraty é encantadora durante todo o ano, com eventos culturais e atividades ao ar livre disponíveis em diferentes épocas.
  2. Quantos dias são ideais para explorar Paraty?
    • Recomenda-se reservar pelo menos três dias para explorar Paraty e suas atrações principais, incluindo o centro histórico, as praias, as trilhas e os passeios de barco. No entanto, se você quiser desfrutar de todas as atividades e relaxar nas praias, pode ser interessante passar mais tempo na cidade.
  3. É seguro nadar nas praias de Paraty?
    • Sim, em geral, é seguro nadar nas praias de Paraty. No entanto, é importante estar ciente das condições do mar e das correntes, especialmente em praias mais afastadas e menos frequentadas. Sempre siga as orientações dos salva-vidas e evite nadar em locais onde não haja supervisão.
  4. Quais são as opções de transporte para chegar a Paraty?
    • Paraty pode ser acessada de carro, ônibus ou barco. A cidade está localizada a cerca de 4 horas de carro do Rio de Janeiro e a 5 horas de São Paulo. Existem também serviços de ônibus regulares que conectam Paraty às principais cidades da região. Além disso, é possível chegar a Paraty de barco, através de passeios de escuna ou lancha saindo de Angra dos Reis ou Ilha Grande.
  5. Quais são os pratos típicos da culinária de Paraty?
    • Alguns dos pratos típicos da culinária de Paraty incluem peixes e frutos do mar frescos, como moqueca, peixe frito, camarão na moranga e bobó de camarão. Além disso, a cidade é conhecida por sua cachaça artesanal e seus doces tradicionais, como a banana flambada e o quindim.

Conclusão

Paraty é um destino encantador que oferece uma combinação única de história, cultura e natureza. Com suas ruas de paralelepípedos, praias paradisíacas, cachoeiras deslumbrantes e trilhas na mata atlântica, a cidade atrai visitantes de todo o mundo em busca de aventura e relaxamento.

Seja explorando o centro histórico, fazendo passeios de barco pela baía, mergulhando em águas cristalinas ou saboreando a deliciosa culinária local, Paraty tem algo a oferecer para todos os gostos e interesses.

Então, se você está planejando uma viagem para o litoral sul do Rio de Janeiro, não deixe de incluir Paraty em seu roteiro. Você com certeza se encantará com tudo o que essa cidade incrível tem a oferecer.

Conheça também:

PREVISÃO DO TEMPO PARA A PRÓXIMA SEMANA EM PARATY (RJ)


Conheça também: 
 

Related Articles