ABIH-RJ – Associação de Hotéis do Rio de Janeiro
Notícias

Região Metropolitana e Serra Verde Imperial preservam riquezas históricas

Brilho que não se apaga. Segundo endereço do imperador Pedro II e residência de verão dos presidentes da República até meados do século XX, Petrópolis é rica em cartões-postais como o Palácio de Cristal, de 1884 Foto: Banco de Imagens

O Estado do Rio de Janeiro viveu alguns dos momentos mais importantes da História do país, e muito dessa memória pode ser percorrida por moradores e viajantes interessados em patrimônio, arte e cultura. A capital e Niterói, na Região Metropolitana, e os municípios de Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo, na Serra Verde Imperial, possuem riquezas históricas que se somam às belezas naturais e formam um roteiro imperdível para quem quer conhecer um pouco mais sobre fatos e personagens que deram ao Brasil as feições que tem hoje.

Com o avanço da vacinação e a diminuição do número de casos de Covid-19, o turismo, uma das vocações do estado, está de volta, e a segurança de viajantes e profissionais é prioridade absoluta. Por isso, o Governo do Estado do Rio de Janeiro e a Secretaria de Turismo lançaram o portal Turismo Consciente RJ. Os turistas poderão consultar a lista dos estabelecimentos que melhor seguem os protocolos da pandemia, informar-se sobre as regras de cada município e conhecer os “10 Mandamentos do Turismo Consciente”.

Tomados os cuidados necessários, você e sua família estarão prontos para viajar no tempo com as atrações históricas e culturais fluminenses.

Na Centro do Rio, o conjunto arquitetônico inclui o Paço Imperial, primeira residência oficial da Família Real Portuguesa, o Theatro Municipal, a Biblioteca Nacional, a maior da América Latina, o Museu de Belas Artes e o Real Gabinete Português de Leitura, inaugurado em 1887. Também se destacam igrejas históricas como do Carmo (antiga Sé), da Ordem Terceira do Carmo e da Candelária. Outras atrações são centros culturais como os do Banco do Brasil e dos Correios. Já em Botafogo, na Zona Sul, vale a ida à Fundação Casa de Rui Barbosa.

Museus contemporâneos como o de Arte Moderna (MAM), no Parque do Flamengo, o Museu do Amanhã e o Museu de Arte do Rio (MAR) também são importantes equipamentos culturais e que ainda proporcionam belas vistas da cidade.

Localizada a 13 quilômetros do Rio, Niterói atrairá os admiradores da arquitetura moderna, com um precioso conjunto de construções projetadas por Oscar Niemeyer. No Caminho Niemeyer estão o Museu de Arte Contemporânea (MAC), que se tornou símbolo da cidade, o Teatro Popular e o Centro de Memória Roberto Silveira.

Em Niterói, não deixe de visitar também o complexo de fortes e fortalezas. A Fortaleza de Santa Cruz, por exemplo, possui um acervo de 45 canhões dos séculos XVIII e XIX e uma capela de 1612, além de uma vista privilegiada da Baía de Guanabara.

Passando do mar à montanha, o turista terá uma aula de História, arte e cultura na Serra Verde Imperial. Petrópolis, cidade que encantou a corte portuguesa, tem um centro histórico bem preservado, com atrações como o Museu Imperial, palácio em estilo neoclássico construído por D. Pedro II, que exibe peças do período imperial brasileiro, com destaque para a coroa do imperador.

Também vale a visita ao Palácio de Cristal, com estrutura em ferro fundido encomendada na França pelo Conde d’Eu e inaugurado em 1884. Na Casa de Santos Dumont, os visitantes verão objetos, livros, cartas e móveis do inventor, assim como a escada de entrada, que só se pode acessar começando pelo pé direito. Boa sorte!

Em Teresópolis, entre as maiores atrações históricas estão o Palácio Teresa Cristina, batizado em homenagem à mulher de D. Pedro II que dá nome à cidade. O edifício, em estilo neocolonial, foi inaugurado em 1927 e é sede da prefeitura. Outras atrações são a Casa da Memória Arthur Dalmasso, que reúne objetos antigos e pinturas de artistas teresopolitanos, e o Palácio Granado, onde funcionou a primeira farmácia da cidade.

Fundada em 1818 por um decreto de D. João VI, Nova Friburgo também é de grande interesse histórico, e um dos patrimônios arquitetônicos da cidade é o Colégio Anchieta, inaugurado no início do século XX. Na Casa Suíça, os visitantes conhecerão um pouco mais sobre a imigração do século XIX e sobre a tradicional fabricação de queijos e chocolates.

Trace seu roteiro e aproveite a riqueza histórica e cultural do Estado do Rio!

 

Fonte: Extra

Newsletter | Receba conteúdos por e-mail com exclusividade

* indicates required

Notícias relacionadas

ABIH-RJ promove capacitação do destino Vale do Café por meio do programa ProCap

admin

Investimentos em promoção turística começam a mostrar resultados no estado do RJ

admin

Região dos Lagos oferece opções para fugir da agitação das praias lotadas; veja 5 dicas especiais

admin

Leave a Comment

ABIH-RJ - Associação de Hotéis do Rio de Janeiro Deseja receber notificações com as últimas notícias e atualizações?
Dismiss
Allow Notifications