ABIH-RJ – Associação de Hotéis do Rio de Janeiro
NotíciasTurismo

Onde viajar na Páscoa? Confira 5 destinos bate e volta para o feriado

Páscoa se aproxima e, além das várias opções de ovos de chocolate, surge a vontade de viajar no feriado. Boa oportunidade para uma pausa na rotina, o período tem início na Sexta-feira Santa, em 15 de abril, com o domingo, dia 17, sendo marcado pela Páscoa propriamente dita.

É um feriado tradicional no calendário turístico que tem forte apelo familiar, assim como é marcada pelo início do outono – estação com queda nas temperaturas e redução no volume de chuvas.

Fáceis de serem acessadas, cidades e regiões próximas às grandes capitais apresentam passeios, gastronomia e cena cultural para toda a família, além do merecido descanso. Assim, destinos bate e volta a partir do Rio de Janeiro são opções para escapar de casa, como cidades do interior, confira:

Além da Cidade Maravilhosa, o Rio de Janeiro possui belíssimas praias e cidades serranas aconchegantes que são acessadas em pouco tempo de carro. Na Região dos Lagos, Búzios, Arraial do Cabo e Cabo Frio se destacam, cidades conhecidas pelas suas belezas naturais, praias e vida noturna agitada.

A duas horas do Rio, Búzios possui cerca de 25 praias espalhadas em oito quilômetros de extensão e ganhou fama internacional depois da visita da atriz francesa Brigitte Bardot em 1964. Hoje, a musa empresta o nome à Orla Bardot, uma extensão da famosa Rua das Pedras, ponto turístico que reúne bares, restaurantes, hotéis, lojas de grife, galerias de arte e uma vida noturna borbulhante.

 

Já Arraial do Cabo, a cerca de 165 km da capital, é responsável por praias paradisíacas, como o Pontal do Atalaia, com águas cristalinas, mar calmo, areia fofa e uma paisagem deslumbrante rodeada pelas montanhas. Por último, Cabo Frio é a maior cidade da Região dos Lagos, e oferece faixas de areia para aproveitar os dias ensolarados e uma gama de hotéis e comércios desenvolvidos.

 

Paraty também é um ótimo destino pois, além de carregar muito charme e história em suas ruas do centro, está no meio do caminho entre São Paulo e Rio de Janeiro, ficando a 270 km da capital paulista e a 240 km da capital fluminense. Patrimônio Histórico Nacional, a beleza do lugar é sem igual, seja à beira-mar com as estonteantes montanhas ao fundo ou no centrinho, onde andar pelas ruas, visitar construções coloniais, comer em seus restaurantes elogiados e se hospedar nos hotéis-boutique são sugestões imperdíveis.

Além das praias, a região serrana também vale a visita: as altitudes variam entre 300 e 2.800 metros, onde as cidades charmosas rodeadas pela natureza e de clima ameno apresentam uma união muito bem-vinda entre uma parte da memória nacional com o turismo moderno.

É o caso de Petrópolis, a 66 km da capital, que é uma verdadeira viagem à época de Dom Pedro II – não é à toa que foi apelidada de Cidade Imperial e carrega até hoje vários dispositivos culturais ligados ao passado brasileiro. Por lá também fica Itaipava, distrito da cidade superconhecido durante o inverno que reserva bons restaurantes e vistas deslumbrantes das montanhas – além do Castelo de Itaipava

.

Já a 96 km do Rio fica Teresópolis, menos movimentada mas que é cercada por uma beleza natural de tirar o fôlego. As montanhas parecem ter sido esculpidas a mão, cobertas pelo brilho do sol que reflete no verde da superfície. A cidade é uma das sedes do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, com trilhas e vistas magistrais da cadeia de montanhas e dos picos pontiagudos do parque.

Vale lembrar que o próprio Rio de Janeiro é um dos destinos em alta dos metabuscadores para o período, logo, vale ressaltar que, caso fique na cidade, ela também oferece suas próprias belezas naturais, praias concorridas e uma cena gastronômica e cultural invejável. Passeios por Santa Teresa, pelo centro, em praias da Zona Sul, tour em estádios, atividades ao lado das crianças em pontos turísticos megaconhecidos e paradas gastronômicas nos mais variados bairros são apenas algumas das atrações que o Rio pode oferecer.

Mas caso queira conhecer um Rio de Janeiro que parece ter parado no tempo sem sair dos limites da própria cidade, a sugestão é o passeio bate e volta num mesmo dia até a Ilha de Paquetá, na região metropolitana da cidade. Para chegar até ali é preciso pegar barcas que saem diariamente da Praça XV, no centro do Rio, em que a viagem dura cerca de 70 minutos. A sugestão é dar a volta na ilha e parar ao longo do percurso para contemplar seus casarões, parques e praias.

Créditos: CNN

Newsletter | Receba conteúdos por e-mail com exclusividade

* indicates required

Notícias relacionadas

Volta Redonda: Trechos da ferrovia centro atlântica podem ser recuperados para desenvolver o turismo

admin

Rede hoteleira de Teresópolis registra mais de 95% de ocupação em comemoração aos 200 anos da Imperatriz Teresa Cristina

admin

Ministério do Turismo tem 21 cursos gratuitos com inscrições abertas

admin

Leave a Comment

ABIH-RJ - Associação de Hotéis do Rio de Janeiro Deseja receber notificações com as últimas notícias e atualizações?
Dismiss
Allow Notifications