ABIH-RJ – Associação de Hotéis do Rio de Janeiro
Notícias

Ministro do Turismo participa da inauguração da Catedral Imperial, em Petrópolis (RJ)

Crédito: Roberto Castro/MTur

Oministro do Turismo, Carlos Brito, participou, nesta quinta-feira (30.06), da cerimônia de inauguração das obras de restauração da Catedral de São Pedro de Alcântara, também conhecida como Catedral Imperial. O santuário passa a contar com uma galeria de arte auto expositiva e com um circuito de visitação do interior da cobertura do templo. Para isso, recebeu um investimento de R$ 13,1 milhões, por meio do BNDES Fundo Cultural, fomentados pela Lei de Incentivo à Cultura.

A execução das obras, iniciada em janeiro de 2021, foi acompanhada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), vinculado à Secretaria Especial da Cultura e ao Ministério do Turismo. Participam ainda da cerimônia o secretário Nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, Fábio Pinheiro, além de autoridades locais.

“Hoje é um dia que ficará marcado na história do nosso país. Estamos devolvendo ao Brasil um patrimônio histórico e cultural completamente restaurado: a Catedral Imperial, que só foi possível graças ao trabalho em conjunto e em parceria do governo federal. Porque é assim que o governo do presidente Bolsonaro trabalha: unido em prol do Brasil”, destacou o ministro do Turismo, Carlos Brito.

A expectativa é que a reabertura ao público, após o fim das obras de restauração, impulsione a visitação turística no local e reforce a vocação da cidade para o turismo histórico-cultural do país. Anualmente, a Catedral recebe 350 mil visitantes. As obras devem resultar em um aumento de público e incremento anual na economia local de R$ 10 milhões.

O projeto de restauração foi proposto pela Mitra Diocesana de Petrópolis e contemplou ainda outros serviços, como limpeza, recuperação das fachadas, cobertura e revestimentos interiores. Também foi realizado um amplo e desafiador trabalho de reforço das bases estruturais, com o acompanhamento de arqueólogos. As melhorias resistiram à tempestade de fevereiro de 2022, o que indica a qualidade das intervenções realizadas.

Empresas e trabalhadores locais executaram a empreitada, movimentando a economia da cidade. Ao todo, 60 empregos diretos e mais de 100 indiretos foram gerados pela restauração.

CATEDRAL IMPERIAL – O templo foi idealizado durante a fundação de Petrópolis, em 1843, começou a ser construído em 1884, mas foi em 1925 a sua inauguração. Inspirado nas antigas catedrais do norte da França, o engenheiro e arquiteto baiano Francisco Caminhoá delineou o projeto arquitetônico em estilo neogótico. Hoje é um dos principais cartões-postais da cidade e abriga um mausoléu onde estão os restos mortais da Família Imperial. A Catedral Imperial foi tombada pelo Iphan em 1980.

BOLETIM TURISMO RELIGIOSO – Ainda em Petrópolis, o ministro do Turismo, Carlos Brito, lançou o Boletim de Inteligência de Mercado no Turismo, voltado para o segmento de Turismo Religioso. O objetivo é disponibilizar informações qualificadas e detalhadas sobre Turismo Religioso, além do mapeamento do segmento no Brasil, com informações por Unidade da Federação sobre os principais destinos brasileiros, seus atrativos, principais eventos a cada mês do ano, assim como as religiões relacionadas a essas práticas e espaços sagrados.

“O boletim traz algumas informações importantes para balizar todo o trade turístico.  Traz os principais eventos que ocorrem no país, quais são as principais cidades e, também, algumas curiosidades”, explica o secretário Nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, Fabio Pinheiro.

PALÁCIO DE CRISTAL – A comitiva do MTur também manteve reuniões com o trade turístico local para ouvir demandas e discutir ações de fortalecimento do turismo na região. Atualmente, o Ministério do Turismo financia 85 obras de infraestrutura turística no estado do Rio de Janeiro que somam, desde 2019, R$ 80,5 milhões em empenhos da Pasta.

Entre estas obras está a reforma do Palácio de Cristal, monumento de extrema importância para Petrópolis e que conta com R$ 1,3 milhão do Ministério do Turismo. Com o recurso, devem ser executadas ações de revitalização da área externa e interna do edifício e seus jardins, como a implementação de pórticos, sanitários, depósitos e nova iluminação.

O Palácio, inspirado no Crystal Palace de Londres e no Palácio de Cristal do Porto, foi importado e construído em 1884, com objetivo de abrigar melhor as exposições hortícolas que se tornaram constantes. Também já foi sede do Museu Histórico de Petrópolis e, atualmente, é tombado pelo Iphan, sendo utilizado como espaço para exposições.

 

Por Amanda Costa
Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo

Viagens e Turismo

Newsletter | Receba conteúdos por e-mail com exclusividade

* indicates required

Notícias relacionadas

Com rede hoteleira em expansão, Maricá (RJ) quer consolidar turismo

admin

Itaipuaçu ganha mais uma estação das bikes vermelhinhas – compartilhadas e gratuitas

admin

Angra vai receber mais transatlânticos na temporada 2022/2023

admin

Leave a Comment

ABIH-RJ - Associação de Hotéis do Rio de Janeiro Deseja receber notificações com as últimas notícias e atualizações?
Dismiss
Allow Notifications