ABIH-RJ – Associação de Hotéis do Rio de Janeiro
Notícias

Angra vai receber mais transatlânticos na temporada 2022/2023

A próxima temporada de transatlânticos será a mais movimentada dos últimos anos na Baía da Ilha Grande. Uma das maiores empresas que realizam cruzeiros náuticos no país confirmou nesta semana que irá realizar 53 paradas no município da Costa Verde, sendo 12 no Centro da cidade e 31 na Vila do Abraão, na Ilha Grande. Além destas, mais nove paradas de outras operadoras estão previstas, e este número pode aumentar.

– Teremos um número recorde de cruzeiros na próxima temporada. Nos áureos tempos, tivemos 49 e podermos chegar a 80. Receberemos, ao todo, 250 mil visitantes, o que se converterá em mais de R$ 4 milhões de taxa para os cofres públicos -, afirmou presidente da Fundação de Turismo de Angra dos Reis (TurisAngra), Marc Olichon.

Nesta temporada, a maioria dos visitantes foram turistas nacionais, mas de acordo com Olichon, na próxima, cinco transatlânticos vindos do exterior vão parar na Baía da Ilha Grande. O primeiro vai levar os turistas para o Centro da cidade. Uma ação será realizada em conjunto com a associação comercial da cidade para que os turistas estrangeiros sejam atendidos em inglês ou em sua própria língua.

Os turistas vão conhecer a aldeia indígena Sapukay e as tradições guardadas por eles, como a produção de artesanato   - Foto: Wagner Gusmão
Os turistas vão conhecer a aldeia indígena Sapukay e as tradições guardadas por eles, como a produção de artesanatoFoto: Wagner Gusmão

Na última temporada foram realizadas apenas duas paradas no cais de Santa Luzia, no Centro da cidade. O acréscimo de mais 10 vai representar a circulação de cerca de 50 mil turistas no continente. Eles vão conhecer o Centro histórico, com suas igrejas e conventos, além da aldeia indígena no bairro Bracuí, assim como as lindas cachoeiras e corredeiras que existem no local. A expectativa é que os turistas gastem algo em torno de R$ 100 a R$ 120 milhões de reais.

– Angra dos Reis tem muito a oferecer aos visitantes: Museu de Arte Sacra, igrejas, cachoeiras lindas, a aldeia Sapukay e o artesanato que os índios produzem. A gente precisa receber bem os turistas para que esses produtos novos possam gerar emprego e oportunidades para a nossa população -, explicou o prefeito da cidade, Fernando Jordão.

As paradas começam no mês de novembro e vão se estender até abril do ano que vem.

Fonte: O Dia

Newsletter | Receba conteúdos por e-mail com exclusividade

* indicates required

Notícias relacionadas

Cabo Frio passa por vistoria técnica do projeto “Brasil, essa é a nossa praia!”

admin

Teresópolis sediará evento global de Tecnologia – 2º Startup Weekend

admin

Secretário de Turismo reúne prefeitos e o governador para discutir projetos no interior do estado

admin

Leave a Comment

ABIH-RJ - Associação de Hotéis do Rio de Janeiro Deseja receber notificações com as últimas notícias e atualizações?
Dismiss
Allow Notifications