Não categorizadoTurismo

Férias de julho: ocupação hoteleira no Estado do Rio tem previsão de alta nas reservas de turistas

Julho está chegando e as tão esperadas férias escolares, também. O período de recesso do meio do ano promete aquecer a economia do Rio de Janeiro. De acordo com a Associação Brasileira Da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro (ABIH-RJ) e HotéisRio, a previsão de ocupação hoteleira do município em julho está em 70%.
Porém, esse número deve aumentar ainda mais, informou o presidente do HotéisRIO, Alfredo Lopes. “O aumento deve ficar por conta dos turistas nacionais, que normalmente fazem as reservas mais em cima da hora”, explica.
Vale lembrar que a cidade do Rio é a segunda mais procurada por turistas para as férias de julho, segundo um ranking elaborado pela empresa Decolar, ficando atrás somente de Fortaleza. “Para as férias de julho, vemos crescimento de 53% na procura por viagens, em relação ao mesmo período de 2022”, diz Bob Rossato, vice-presidente de Sourcing Air da Decolar no Brasil.
A Região Serrana, principalmente os municípios de Petrópolis e Miguel Pereira, também espera por férias movimentadas. Tudo por que Petrópolis está sediando até 9 de julho o Baurnefest, tradicional festa que celebra a cultura germânica. No total, o evento terá 17 dias e contará com atrações no Palácio de Cristal e em outros pontos do centro histórico. Além disso, o município também receberá o Festival Sesc de Inverno, que acontece de 15 a 30 de julho, e o festival de caldos e fondues, que vai até o dia 30.
“O setor de hospedagem e alimentação está otimista com a alta temporada. Com isso, esperamos que a movimentação supere o período pré-pandemia. O setor foi altamente impactado na pandemia e depois com as chuvas de 2022. A expectativa é de que este ano seja o de recuperação”, diz o presidente do Sindicato de Hospedagem e Alimentação de Petrópolis (SindTurismo Petrópolis), Germano Valente.

Já Miguel Pereira recentemente foi oficialmente reconhecida como a Cidade do Entretenimento e da Gastronomia do Estado do Rio. A Lei 10.038/2023, de autoria do deputado estadual Léo Vieira (PSC) e que concedeu tal título ao município, foi sancionada pelo governador Cláudio Castro (PL) e publicada no Diário Oficial no dia 19.

 

A cidade possui a Terra dos Dinos, parque temático de dinossauros em plena Mata Atlântica, com mais de 40 modelos de animais pré-históricos, e um polo gastronômico na Rua Coberta. Além disso, Miguel Pereira ganhará ainda nesse ano o primeiro trem turístico (a famosa Maria Fumaça) do estado.

 

“Miguel Pereira vem se destacando nos últimos anos por uma série de ações e inaugurações, tornando-se um polo de turismo não só na região centro-sul fluminense, mas atraindo visitantes de todo o país. Essa lei poderá contribuir para estimular ainda mais o turismo e, consequentemente, gerar mais empregos”, destaca o parlamentar.

 

Ainda segundo a ABIH-RJ e HotéisRIO, Miguel Pereira foi a cidade do interior do estado mais visitada na semana de Corpus Christi, entre os dias 8 e 11 de junho. O município também lidera o ranking de mais procurado dos feriados deste ano, com recorde de visitantes no Carnaval (mais de 99%) e Tiradentes (mais de 99%) e Dia do Trabalhador (93%).

 

Para quem ainda não organizou as férias com a família, a turismóloga Katiusha Rizzo recomenda, antes de contratar o pacote, fazer uma pesquisa em sites de hospedagem. O mesmo hotel ou pousada pode apresentar preços diferentes para as datas. “Dependendo do site onde se faz a busca, o valor da diária pode variar em até 30%. Além disso, é importante que o turista veja as opções de lazer e a programação de eventos e as atrações próximas ao local de hospedagem. As demandas de um casal que viaja a dois são diferentes de uma família que quer levar os filhos para aproveitar as férias”, alerta.
Katiusha lembra que o setor hoteleiro das regiões Serrana e Sul do Estado, por conta das baixas temperaturas, aproveita as férias de meio de ano para elevar as tarifas, porém oferece atrações adicionais para o inverno. “Para essas regiões, o inverno é a alta temporada. Os preços sobem, mas as cidades e o setor hoteleiro criam atrações especiais para o período”, explica.
Por fim, a turismóloga aconselha o viajante a tomar cuidados na hora de contratar pacotes ou fazer reservas em hotéis ou pousadas. “Antes de fazer a reserva, veja as avaliações dos estabelecimentos feitas por viajantes em sites especializados, tais como Booking ou Trivago. Desconfie sempre de de preços muito baixos. Aquela ‘promoção imperdível’ pode ser uma armadilha que vai estragar as férias. Também não se deve confiar apenas nas fotos postadas pelos estabelecimentos. Sugiro fazer uma chamada de vídeo sem avisar previamente e pedir ao responsável pelo estabelecimento para mostrar o quarto, a área de lazer, a estrutura do hotel ou pousada. Isso pode evitar aborrecimentos”, explica.
Fonte: O Dia

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo