Atividades turísticas crescem 4% no mês de maio

Parque Nacional das Cataratas do Iguaçu (PR). Crédito: Zig Koch/MTur

Impulsionado pelo aumento do faturamento de empresas que atuam no setor do turismo, a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada nesta quarta-feira (12.07) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revela que, em maio de 2023, o índice de atividades turísticas subiu 4 % em comparação ao mês anterior (abril). Essa taxa apresenta o segundo resultado positivo seguido, período em que acumulou um ganho de 4,7%. Com o número, o segmento do turismo se encontra 5,6% acima do patamar se comparado a fevereiro de 2020.

Entre os estados que mais tiveram alta no índice estão São Paulo (6,6%), Rio de Janeiro (15,0%), Minas Gerais (17,0%) e Bahia (13,6%).  Além disso, no comparativo anual, a pesquisa mostra que as áreas de transporte aéreo de passageiros, locação de automóveis, serviços de bufê, transporte rodoviário coletivo de passageiros, e agências de viagens contribuíram para a expansão em 8,6% do índice de volume de atividades turísticas, na comparação com maio de 2023 para maio de 2022. Essa taxa é a 26ª positiva seguida no setor.

“Com a movimentação de turistas e o resultado positivo do Índice, o setor mostra seu potencial para desenvolver e impulsionar a economia do país, impactando diretamente na movimentação econômica, gerando emprego e transformando vidas”, afirma a ministra do Turismo, Daniela Carneiro.

PMS – A Pesquisa Mensal de Serviços é uma análise que abrange uma série de dados e indicadores que apontam o desempenho de cada setor no Brasil.

 

Por Vitória Moura
Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo

Viagens e Turismo
Sair da versão mobile