Não categorizadoTurismo

Acordo que busca ampliar turismo internacional no país é assinado em Brasília

09-10-23 FOTO EMBRATUR ABR 02.png

Acordo assinado nesta segunda-feira envolve ações para ampliar o turismo internacional no país. Crédito: Willian Meira/MTur

Ampliar o turismo internacional no país e aprimorar a recepção de visitantes estrangeiros no território nacional. Estes são alguns dos objetivos de um acordo de cooperação técnica firmado nesta segunda-feira (09.10), em Brasília (DF), entre a Embratur e a Aeroportos do Brasil, entidade que reúne 100% dos terminais concedidos à iniciativa privada no país e que são responsáveis por 92% do transporte de passageiros pelo modal aéreo.

A parceria envolve a adoção de medidas voltadas ao aumento do número de voos e rotas aéreas, com o compartilhamento de dados e informações qualificadas sobre o fluxo de viajantes. Representando o ministro do Turismo, Celso Sabino, o secretário nacional de Infraestrutura, Crédito e Investimentos no Turismo do Ministério do Turismo, Carlos Henrique Sobral, enalteceu a importância da colaboração na área.

“Em nome do ministro Celso Sabino, eu quero parabenizar essa parceria com a ABR e dizer que com essa união entre o Ministério do Turismo, a Embratur, e o Ministério de Portos e Aeroportos, nós estamos no caminho certo. É um caminho de união, um caminho de reconstrução e, com certeza, juntos, nós vamos trazer o turismo para o protagonismo nacional, de onde ele nunca deveria ter saído”, declarou o secretário do Ministério do Turismo.

O acordo também prevê a divulgação da Marca Brasil em aeroportos e o reforço do relacionamento com empresas aéreas. O presidente da Embratur, Marcelo Freixo, comemorou a retomada do diálogo entre os setores público e privado no ramo. “O Brasil voltou a ser um espaço de diálogo, de construção conjunta do turismo. Então, a gente fortalece uma relação institucional e a gente consegue dar qualidade técnica para isso”, apontou.

Também presente, o ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, destacou a transversalidade das ações do governo federal. “A gente tem procurado cada vez mais integrar a política nacional de turismo e da aviação. Com a sintonia da Embratur com o Ministério de Portos e Aeroportos e o Ministério do Turismo, a gente vai, de maneira transversal, avançar em um pilar que é fundamental para o desenvolvimento do turismo do Brasil”, afirmou.

O presidente da ABR, Fábio Carvalho, por sua vez, garantiu apoio a iniciativas que promovam o desenvolvimento do turismo. “Somos absolutamente apoiadores de qualquer pauta que tenha o objetivo de trazer mais companhias aéreas ao Brasil, que promova o desenvolvimento de novas rotas, que fomente o turismo como uma indústria de desenvolvimento, de geração de renda, de riquezas para o país. Esse acordo vai muito nesse sentido”, observou.

A assinatura do ACT reuniu, ainda, o secretário nacional de Aviação Civil, Juliano Noman; Ricardo Catanant, representante da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC); a presidente da Associação Brasileira de Empresas Aéreas (ABEAR), Jurema Monteiro; o diretor de Relações Institucionais da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), Marcelo Pedroso, e a diretora de Marketing Internacional, Negócios e Sustentabilidade da Embratur, entre outros.

Por André Martins

Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo