Cidades Costa do Sol - RJ

ARRAIAL DO CABO (RJ): O guia completo da cidade!

SOBRE A CIDADE DE ARRAIAL DO CABO (RJ)

Arraial do Cabo (RJ) é conhecido como o Caribe Brasileiro, formado por enseadas de águas tranquilas e transparentes,  é também a capital do mergulho no País.

O município mantém ares de vila de pescadores e o paraíso dos mergulhadores e fotógrafos que vão à busca dos efeitos do fenômeno da ressurgência que acontece em poucos locais no mundo.

São dezenas de praias paradisíacas, costões, dunas, restingas e lagoas que garantem o título de Capital de Mergulho do Brasil. No costão conhecido como Pontal de Atalaia, pode-se apreciar um magnífico pôr-do-sol.

Arraial do Cabo é uma cidade paradisíaca e os passeios de barcos não podem faltar.
Praias dignas de comercial de TV, gastronomia medalha de ouro, meios de hospedagem totalmente capacitados a receberem os turistas mais exigentes.

A trilha até a praia do forno e o mirante da cabocla não podem ficar de fora, a praia brava (paraíso escondido) não pode ficar de fora dessa aventura e conhecer a praia do farol é uma obrigação de todo turista que se preze.

Arraial do Cabo literalmente é um lugar para sempre ficar em nossas memórias!

HISTÓRIA DE ARRAIAL DO CABO (RJ)

A história de Arraial do Cabo encontra-se vinculada à de Cabo Frio, do qual era sede distrital até recentemente.


A formação de Arraial do Cabo começa há um milhão de anos, quando, pela ação dos ventos e de correntes marítimas, foram incorporadas ao continente três antigas ilhas, hoje Morros do Mirante, do Forno e Pontal do Atalaia.


Seus primeiros habitantes humanos chegaram há cerca de cinco mil anos. Eram nômades, viviam em grupos no alto dos morros e desciam apenas para buscar alimentos, basicamente peixes e moluscos.
Mais tarde, vieram os índios da nação Tupi-guarani. Tribos Tupinambás habitavam toda a área correspondente ao Estado do Rio de Janeiro e, nas terras onde surgiria Arraial, eram representados pelos Tamoios.

Estes, mais avançados que os nômades, viviam em aldeias, caçavam, plantavam mandioca, faziam peças de cerâmica e enfeitavam-se com penas. Destaca-se, ainda, na cultura tupinambá, a confecção de peças de cerâmica. Segundo estudos arqueológicos, havia cerca de 50 aldeias Tupinambás na região, estimando-se uma população que poderia variar de 25 a 75 mil habitantes antes da conquista européia.


Arraial do Cabo está assentado sobre sítios arqueológicos de extrema valia para o estudo da história da região, tendo fornecido diversas peças para o Museu Nacional da Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro. Isto pode ser comprovado a partir de restos arqueológicos catalogados em toda a região, que é composta de diversos sambaquis (sítios arqueológicos com esqueletos e artefatos).


Arraial do Cabo foi ponto de desembarque da expedição de Américo Vespúcio, que construiu sua casa de barro e pedra no Bairro da Rama, hoje conhecido como Praia dos Anjos. Neste local foi criada a primeira feitoria do Brasil.


Houve grande aumento populacional na região de Cabo Frio com a chegada de imigrantes portugueses e, em 1615, foi fundada a cidade de Santa Helena. A partir de 1616 a cidade passou a chamar-se Nossa Senhora da Assunção de Cabo Frio, tendo sido ponto importante para o desenvolvimento e conquista do território fluminense.


Embora a colonização e o desenvolvimento da região tenham tomado velocidade com a fundação da cidade de Cabo Frio, Arraial do Cabo viveu durante muito tempo esquecido e isolado. Não havia acesso a outros povoados. Era pela praia que seus moradores iam e vinham, a pé ou a cavalo, para trocar, vender e comprar mercadorias. A pesca também foi de grande importância nesse período.


Monumentos e peças históricas até hoje lembram importantes passagens do início da colonização de Arraial, como a Igreja Nossa Senhora dos Remédios, construída em 1506 na Praia dos Anjos, e o Monumento a Américo Vespúcio, no Largo do Descobrimento.


O núcleo urbano de Cabo Frio prosperou lentamente até fins do século XIX, baseando-se a economia na agricultura com mão-de-obra escrava, realizada em grandes latifúndios. A abolição da escravatura ocasionou o colapso econômico de que Cabo Frio só se restabeleceria bem mais tarde, com o desenvolvimento da indústria do sal, da pesca e do turismo, e sobretudo a implantação da rodovia e da estrada de ferro.

O núcleo de Arraial do Cabo situa-se próximo de Cabo Frio, em área de topografia plana, com pequenas elevações, tendo sido seu crescimento fortemente impulsionado pela presença da Fábrica Nacional de Álcalis, pelo turismo e veraneio, sendo considerado um dos melhores locais do país para a prática do mergulho.

Gentílico: cabista / Fonte: IBGE

FOTOS DE ARRAIAL DO CABO (RJ)

O QUE FAZER EM ARRAIAL DO CABO
 

Arraial do Cabo é um paraíso do atlântico cercado por praias que encantam moradores e turistas que visitam o lugar. O município reúne algumas das mais belas paisagens do litoral brasileiro, como dunas, restingas, lagoas, praias e costões. Seu clima é quente e úmido, com temperatura média de 25 graus no verão e entre 17 e 23 no inverno.

A cidade é costeira, e tem uma altitude média de apenas oito metros. Fundado em 1985, após a emancipação de Cabo Frio. O município possui 26.636 habitantes, segundo dados de 2008 do IBGE.

Quem agradece são os mergulhadores, que encontram os melhores pontos do país para praticar o esporte. Além das águas transparentes, Arraial do Cabo abriga uma diversificada vida marinha – são tartarugas, meros, lulas, lagostas, arraias e até golfinhos que vivem em harmonia nas ilhas do Farol e dos Porcos, nos sacos do Cherne e do Cordeiro, na praia do Forno, na Ponta d’Água e na Gruta Azul.

Além das belezas naturais, a cidade é atraente também quanto o assunto é preço – dos restaurantes às pousadas, as tarifas são bem mais em conta que as praticadas  nos arredores. Em Arraial não há estabelecimentos luxuosos, mas encontra-se muito conforto e os pratos de frutos do mar mais frescos da região.

Os passeios de barco, imperdíveis e que apresentam paisagens encantadoras e com direito a parada na praia do Farol, uma das mais bonitas do Brasil, também têm valor acessível. Sem contar que, assistir ao pôr-do-sol no Pontal do Atalaia, um dos programas obrigatório, é de graça!

 

ONDE IR EM ARRAIAL DO CABO (RJ)

  • Prainhas do Pontal do Atalaia
  • Praia do Forno
  • Praia do Farol
  • Praia Grande
  • Prainha
  • Mirante do Pontal do Atalaia
  • Fenda de Nossa Senhora de Assunção
  • Praia do Pontal
  • Praia Brava
  • Praia dos Anjos
  • Igreja de Nossa Senhora dos Remédios
  • Pontal do Atalaia
  • Gruta do Amor
  • Mirante da Boa Vista
  • Praia da Graçainha
  • Pedra Perfil do Gorila
  • Estátua da Atriz Flávia Alessandra
  • Museu Oceanográfico Almirante Paulo Moreira
  • Casa da Poesia
  • Morro do Forno
  • Ilha dos Porcos
  • Lago do Amor
  • Praça Martiniano Teixeira
  • Orla Sangri-lá

VÍDEOS DE ARRAIAL DO CABO (RJ) – Rio de Janeiro

 

PREVISÃO DO TEMPO PARA A PRÓXIMA SEMANA EM ARRAIAL DO CABO (RJ)


Você também pode gostar:

CASIMIRO DE ABREU (RJ): O guia completo da cidade!

admin

NOVA FRIBURGO (RJ): O guia completo da cidade!

admin

QUISSAMÃ (RJ): O guia completo da cidade!

admin

Deixe um comentário

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com